Corinthians mais uma vez na decisão da Copinha: a campanha de 2017
Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

As categorias de base do Corinthians seguem dando orgulho para a torcida e para a comissão técnica, além de muito otimismo. Com mais uma grande campanha na Copa São Paulo de Juniores, o torneio mais importante para a equipe sub-20 na temporada, o Timãozinho chega em sua décima oitava sinal. A de 2017 será a quarta consecutiva.

Desde 2012, o Corinthians só não esteve presente na decisão de 2013, disputada por Santos e Goiás. Seis anos atrás, o time foi campeão em cima do Fluminense. Em 2014, derrota para o Santos e vice campeonato. Já em 2015, título em cima da equipe do Botafogo de Ribeirão Preto e no ano passado mais um vice campeonato, desta vez para o Flamengo.

Nesse ano, com mais uma campanha 100% até a final, com 8 vitórias em 8 jogos, a busca é pelo décimo caneco da competição.

A campanha:

O Corinthians estava no Grupo 17, com o Taubaté, time da cidade sede do grupo, o Operário, do Mato Grosso do Sul e o Pinheiro, do Maranhão. A equipe confirmou o favoritismo e classificou-se em primeiro lugar com 3 vitórias nos 3 jogos.

Porém, não conseguiu a melhor campanha desta fase pelos dois gols sofridos contra o Taubaté. Campanha essa, que permitiria classificação em caso de derrota na terceira fase, já que o São Paulo, derrotado na fase anterior, detinha a melhor campanha do campeonato.

Na fase seguinte, foi a vez de derrotar a equipe do Mantiqueira, estreante na Copinha. Imposição foi a palavra. Vitória fácil por 5x1.

Na terceira fase, a equipe enfrentou uma situação até então desconhecida. Saiu perdendo por 1x0 para o Coritiba, mas conseguiu a virada e a classificação para as oitavas de final. Os destaques até esse jogo eram o meia Pedrinho e o atacante Carlinhos, que marcou gols em todos os jogos até aquele momento.

O adversário das oitavas era o Internacional. A rivalidade existente entre as equipes não ficou restrita ao time profissional, mas nada que impedisse uma vitória tranquila do Timãozinho por 3x1. O placar foi construído já na primeira etapa.

Nas quartas, a reedição da final do ano passado contra o Flamengo. O clima de revanche tomou conta. E, talvez, esse tenha sido o desafio mais difícil para os garotos do Corinthians até então. De virada e com gol chorado do zagueiro Vinícius, vitória por 2x1 e vaga na semifinal numa das melhores partidas certamente que teremos durante todo o ano, mesmo ainda em janeiro.

O adversário seria o Juventus, da Mooca. O moleque travesso, conhecido por aprontar contra os grandes, não conseguiu fazer suas costumeiras travessuras dessa vez. Vitória tranquila por 3x0 e vaga na final garantida. A quarta consecutiva.

Para a decisão, primeira o Paulista, de Jundiaí, seria o rival, mas um problema com documentos do zagueiro Brenno, excluiu a equipe da final. O jogador era, comprovadamente, "gato" e a Federação Paulista de Futebol tirou o Paulista da decisão. O Batatais, derrotado na semifinal por 5 a 1, terá a ingrata missão de calar o Pacaembu.

VAVEL Logo