Vitória quebra tabu, bate desfalcado Atlético-MG e vence a primeira no Brasileirão
Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O Vitória obteve o primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (11), a equipe baiana aproveitou os desfalques do Atlético-MG e venceu os alvinegros, por 2 a 0, no Barradão, em Salvador/BA. Kieza abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Neílton sacramentou a vitória na etapa final. A partida foi válida pela sexta rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Leão da Barra voltou a vencer o Atlético depois de sete anos. Durante esse período houve seis vitórias do time atleticano e três empates. O revés deste domingo fez com que o Galo voltasse a sofrer gols depois de três confrontos sem ser vazado.

O triunfo deixa o Vitória na 18ª colocação, com quatro pontos. Já o Atlético tem seis pontos e aparece duas posições acima. Na quarta-feira (14), às 19h30, o Leão da Barra receberá o Botafogo, novamente no Barradão, enquanto o Galo pegará o xará Atlético-PR, na Arena Independência, no mesmo dia e no mesmo horário. Ambos os jogos serão válidos pela sétima rodada do Brasileirão.

Vitória aproveita erros do Atlético e abre placar

Os dois times entraram em campo com mudanças. Por força de contrato, o lateral-direito Patric, que pertence ao Atlético, deu lugar a Leandro Salino. Na defesa rubro-negra, Kanu voltou à titularidade, após um mês afastado por lesão no joelho, no lugar de Alan Costa.

Já o Galo não contou com Carlos César, Marcos Rocha, Lucas Cândido, Adilson, Luan (lesionados), Fábio Santos (suspenso) e Cazares (a serviço da seleção do Equador). Para completar a lista de desfalques, o lateral-direito Alex Silva teve uma crise de bronquite na manhã deste domingo (11) e acabou substituído pelo jovem Yago, que é volante de origem mas foi improvisado na lateral direita.

O Vitória criou a primeira chance de gol. Gabriel Xavier construiu boa jogada pela esquerda, fintou Erazo, penetrou e tocou para a pequena área, onde a defesa alvinegra afastou. O Galo respondeu no lance seguinte: Robinho passou para Danilo, que passou para Valdívia pegar mal na bola e mandar por cima da meta rubro-negra.

Mas, aos 18 minutos, Kieza disparou em velocidade para a área, Erazo não conseguiu acompanhar e derrubou o atacante do Vitória. O árbitro apontou para a marca da cal e aplicou cartão amarelo ao zagueiro equatoriano. O próprio Kieza bateu e converteu a penalidade, colocando os donos da casa em vantagem.

O Vitória aproveitava a desorganização do Atlético para tentar ampliar a vantagem. David protegeu a bola de Rafael Carioca, abriu espaço e arrematou de perna direita, mas Victor espalmou. No decorrer desse lance, Thallyson experimentou de fora da área e mandou para fora.

Com a defesa toda repaginada, o Atlético teve bastante dificuldade para executar a saída de bola no primeiro tempo. Felipe Santana e Erazo erraram em vários momentos, ao passo que Yago e Danilo quase não chegaram ao ataque. O meio de campo não era acionado e, assim, o setor ofensivo terminou a etapa inicial sem levar perigo ao gol de Fernando Miguel.

Neílton decreta primeiro triunfo do Vitória no Brasileirão

O Atlético voltou para o segundo tempo com uma postura mais ofensiva. A equipe de Roger Machado avançou as suas linhas e concluiu o primeiro chute a jogo do jogo. Robinho rolou para Danilo, o lateral bateu da entrada da área, e Fernando Miguel pôs para escanteio.

Aos 14 minutos, Otero entrou no lugar do apagado Valdívia. Com o venezuelano em campo, o Atlético ganhou mais uma opção de velocidade pelo lado esquerdo do ataque. Fred, que estava sumido no jogo, aproveitou recuo de bola errado da defesa rubro-negra, clareou a jogada e finalizou no travessão.

Porém, a empolgação da torcida atleticana após o lance de Fred durou pouco. Neílton chamou Danilo no drible, passou pelo marcador, invadiu a área e bateu no canto direito de Victor. O gol do Vitória esfriou de vez o ímpeto do Galo. O jogo ficou monótono e ambos os times não criaram ações ofensivas perigosas até o apito final do árbitro.

VAVEL Logo