Em jogo de tirar o fôlego, Vitória e Atlético-PR empatam em Pituaçu

Em um jogo movimentado, Vitória e Atlético Paranaense empataram em jogo válido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, pelo placar de 2 a 2 em Pituaçu, gols de Dinei e José Welison pelo Vitória, Mosquito e Marcelo pelo lado do Atlético-PR.

Agora, o Vitória viaja até o Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense, no Maracanã, enquanto o Atlético Paranaense recebe o Cruzeiro no Mané Garrincha, em Brasília, devido as punições do STJD após os acontecimentos em Joinville ao fim do Brasileirão do ano passado.

Saída errada custa caro ao Furacão

Precisando afastar a crise que assombra o clube, o Atlético-PR começou a partida com uma postura muito diferente do que era esperado, o time comandado por Miguel Ángel Portugal jogava sob o campo do adversário, com a marcação adiantada e partindo pra cima. A primeira chance de perigo foi com o atacante Marcelo, que chutou rasteiro da entrada da área para a defesa do goleiro Wilson, aos quatro minutos de partida.

Segundos depois o Vitória respondeu com Cáceres, que finalizou da entrada da área para a linha de fundo. Dois minutos depois, aos seis, José Welison recebeu na ponta esquerda e finalizou forte, para a defesa do goleiro Santos em dois tempos. A primeira infração saiu para o lado paranaense, Dráusio fez falta dura e recebeu o cartão amarelo aos nove minutos de partida.

O bom momento do Vitória continou, e aos dez minutos saiu o primeiro gol da partida. Saída de bola errada do zagueiro Cleberson, que em seguida cometeu pênalti, mas o juíz deu vantagem e a bola ficou com Dinei, que invadiu a área e chutou no canto, matando Santos e abrindo o placar em Pituaçu. O Furacão sentiu o gol e tentou voltar ao comando da partida, mas pecando no último passe, o impedindo de chegar na área adversária.

Aos 22 minutos, Marcelo recebeu cara a cara com o goleiro Wilson, mas o assistente marcou o impedimento, incorretamente marcado, impedindo o gol de empate dos paranaenses. E o Furacão continou insistindo nos contra-ataques rápidos, daí quase saiu o empate, Ederson recebeu de frente para Wilson, pela esquerda, mas chutou em cima do goleiro adversário, perdendo a grande chance do Atlético na primeira etapa.

Mas quem ampliou foi o Vitória, José Welison chutou de primeira de fora da área, a bola desviou em Cleberson e entrou, matando o goleiro Santos, fazendo a festa do pouco público em Pituaçu. Com o placar administrado, restou ao Vitória tocar a bola e esperar o intervalo.

Mudança de postura e empate paranaense

Tentando reverter o placar, Miguel Ángel Portugal sacou o volante João Paulo e deu entrada ao meia Felipe, buscando melhorar no jogo. E de início funcionou, já que aos cinco minutos, Marcelo recebeu na frente, driblou o goleiro e finalizou com o gol aberto, mas não contava com a aparição de Luiz Gustavo, que tirou a bola em cima da linha, impedindo o Furacão de diminuir o placar. O Vitória continuava tentando impôr seu ritmo de jogo, e aos dez, Ney Franco sacou Vinicius para a entrada de Willian Henrique, buscando mais velocidade no setor ofensivo.

Aos 15 minutos, após um contra-ataque, Dinei finalizou de longe, Santos espalmou e Caio, impedido, empurrou para o fundo das redes, mas o assistente marcou o impedimento. Logo em seguida, Ney Franco sacou Euller para a entrada de Tarracha.

A partir daí, os paranaenses conseguiram o domínio da partida, passando a assustar os baianos. Aos 22, Marcelo recebeu pela direita e tocou na saída de Wilson, mas Luiz Gustavo cortou antes de chegar em Ederson. Logo em seguida, as duas equipes mudaram, no Atlético Marcos Guilherme saiu para a entrada de Douglas Coutinho e Ederson deu a entrada para Mosquito, já no Vitória saiu Caio para a entrada de Mauri.

E as mudanças do CAP deram certo: aos 33, Natanael cruzou da esquerda, e Mosquito completou de cabeça no canto esquerdo, diminuindo o placar. E no lance seguinte quase Mosquito empata o placar, Mosquito novamente tocou de cabeça mas Wilson fez a defesa. Porém, o empate não demoraria a vir, e três minutos depois Marcelo aproveitou a sobra e estufou as redes do Vitória, empatando o placar em Pituaçu. E o jogo se manteve assim, até o apito final.

WP

VAVEL Logo