Com 'lei do ex' de Joel, Avaí suporta pressão do Botafogo e vence primeira fora de casa
Douglas salvou time catarinense em vários momentos (Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo)

Mais uma vez, o Campeonato Brasileiro reservou surpresas para o fechamento da rodada. Antes sem ter conquistado nenhum ponto fora de casa, o Avaí bateu o Botafogo por 2 a 0, tirou o 100% do time carioca como mandante e deixou a lanterna da competição. O ex-botafoguense Joel fez os dois gols no Nilton Santos.

Assim, o Botafogo perdeu a chance de subir para a terceira colocação e fecha a rodada em sétimo, com 15. Já o Avaí deixa a lanterna para o Atlético-GO e ocupa a 19ª colocação, com oito.

Pela Copa do Brasil, o Botafogo visita o Atlético-MG na quinta-feira (29), às 19h30, pela partida de ida das quartas-de-final. Pelo Brasileiro, o Fogão enfrenta o Corinthians no domingo (2), às 16h. No mesmo dia, mas às 19h, o Avaí joga na Ressacada diante da Ponte Preta.

Joel marca dois contra ex-time e Avaí abre vantagem

Pressionado por estar na lanterna, o Avaí começou buscando o jogo e, até os 16 minutos, finalizou quatro vezes, contra nenhuma do Fogão. Aos 5, em jogada pela esquerda, Capa tocou para trás, Pedro Castro bateu para o meio da área e Joel tentou duas vezes até mandar para o fundo do gol e abrir o placar no Rio de Janeiro com a lei do ex.

Para piorar a situação dos mandantes, o argentino Montillo, que voltava aos gramados após longo tempo fora, voltou a sentir a panturrilha e saiu aos 7, sendo substituído por Guilherme. Mas as notícias ruins para o Fogão não acabaram por aí. Aos 16, em nova jogada pela esquerda, Capa cruzou rasteiro, Pedro Castro ajeitou e Joel bateu colocado de pé direito no canto de Gatito, para fazer 2 a 0.

A partir daí, o Botafogo passou a pressionar e finalizou 13 vezes até o fim da primeira etapa, não cedendo mais nenhuma ao Leão. Aos 17, Pimpão recebeu pela direita, cruzou na primeira trave e Camilo tocou de cabeça, por cima do gol de Douglas. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio para a área, a zaga do Avaí afastou e Rodrigo Lindoso bateu de fora da área, mas em cima do goleiro.

Aos 21, em tabela pela direita, Lindoso ajeitou e Arnaldo pegou belo chute de fora da área, mas Douglas fez linda defesa. Com muita posse de bola, o Botafogo, até pela insistência nesse tipo de jogada, passou a levar vantagem e assustar o Avaí. Aos 24, Pimpão levantou do lado direito e Roger ganhou de Airton no alto, mas tocou por cima do gol.

Muito superior nas finalizações e também na posse de bola - 68% -, o Botafogo até conseguiu aproveitar os espaços cedidos pelo Avaí nas laterais, mas falhou na pontaria e desperdiçou a chance de descontar. Aos 34, em escanteio batido por Camilo, Marcelo bateu travado e a bola sobrou livre para Igor Rabello, que bateu de primeira, mandando para fora. Ao fim do primeiro tempo, o Leão conseguiu suportar a pressão e ir para o intervalo com dois gols de vantagem.

Douglas brilha e garante vitória avaiana

O panorama manteve-se no segundo tempo. Com pouca calma para manter a posse de bola, o Avaí deu muito campo para o Botafogo, que abusou de cruzamentos, mas criou várias chances. Aos 10, depois de um chutão do goleiro, Igor Rabello recuou curto para Gatito e Rômulo se esticou para tocar de bico, mandando a bola na rede pelo lado de fora.

O jogo terminou com 27 finalizações do Botafogo, contra oito do Avaí. Os mandantes ainda tiveram 73% de posse de bola. A pressão foi grande, mas os catarinenses resistiram. Aos 18, em grande jogada na entrada da área, Roger tocou, Camilo deu belo passe nas costas da defesa e Lindoso tocou por cobertura tirando do goleiro, mas também da meta avaiana.

Aos 28, após longa sequência de troca de passes, Bruno Silva ajeitou na entrada da área e Lindoso bateu no canto, mas Douglas caiu no canto e espalmou. Na sequência, em cobrança de escanteio de Guilherme na primeira trave, Pimpão se abaixou para cabecear e mandou com perigo por cima do gol.

O Botafogo continuou na pressão, mas o Avaí se segurava como podia. Aos 31, após arrancada, Pimpão cruzou rasteiro para a pequena área, Roger por pouco não alcançou e Leandro Silva se esticou para afastar o perigo na segunda trave.

Esse desespero do Botafogo deu chances ao Avaí para contra-atacar e por pouco não ampliou sua vantagem. Aos 36, depois de jogada de Simião, Júnior Dutra limpou a defesa dentro da área e bateu com desvio, carimbando o travessão botafoguense.

O fim de jogo foi de pressão total dos cariocas. Aos 43, em nova cobrança de escanteio, Luan afastou para frente e Bruno Silva girou batendo, com muito perigo, próximo ao travessão. Dois minutos depois, em bola lançada por Pimpão, Pachu saiu na cara do gol, mas Douglas saiu bem e travou a finalização.

Já nos acréscimos, uma jogada que resumiu bem o jogo. Em falta lançada na área, Leandrinho bateu forte, Douglas desviou e Betão tirou em cima da linha. No rebote, Lindoso ajeitou de cabeça e Pimpão emendou de bicicleta, mas o goleiro do Avaí brilhou para manter o 2 a 0 no placar e garantir a primeira vitória do Leão como visitante.

VAVEL Logo