Ceará vence Náutico e dorme na terceira posição
(Foto: Lucas Moraes / CearaSC.com)

Pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará recebeu o Náutico no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, na noite desta sexta-feira (25). Os donos da casa levaram a melhor e venceram com gol de Lima, anotado aos 13 minutos da primeira etapa. No segundo tempo, o Timbu teve um pênalti a favor, mas o goleiro Éverson evitou o empate.

Com o triunfo, o Vozão atingiu a marca de 37 pontos e dorme no terceiro lugar, deixando o Vila Nova para trás. Porém, terá que secar o Tigre neste sábado (26), diante do ABC, para não perder uma posição e voltar ao quarto lugar.

Já os Alvirrubros, com a derrota, se mantiveram na vice-lanterna, com 17 pontos e podem ver a distância para o primeiro time fora da zona aumentar de 7 para 10 pontos, caso a Luverdense bata o Londrina neste sábado. Assim como os Alvinegros, os pernambucanos ficarão de olho no duelo entre Vila Nova e ABC, pois em caso de vitória dos potiguares, o Náutico volta à lanterna da competição.

Lima decide em primeiro tempo de pouca inspiração

Devido às posições dos times na tabela, se esperava um Ceará superior desde o início, mas o jogo começou com um grande susto para os donos da casa. Ainda no primeiro minuto, Giovanni arriscou de longa distância e a bola passou perto do gol. A resposta alvinegra veio aos 10, quando Ricardinho cobrou escanteio com perfeição, mas Elton errou o cabeceio.

Porém, aos 13 minutos, os visitantes não aguentariam as investidas cearenses. Primeiro, Elton chutou cruzado para boa defesa de Jefferson e a zaga afastou para lateral. Mas na cobrança do lateral, Elton recebeu, cruzou fechado, Jefferson e Henrique Ávila se atrapalharam e a bola sobrou para Lima empurrar para as redes, abrindo o placar no PV.

Precisando correr atrás do prejuízo, o Náutico passou a tentar buscar o empate, mas faltava inspiração do setor ofensivo. A partida só voltou a ter um lance perigoso aos 42, quando Lelê se aproveitou de novo vacilo de Henrique Ávila e chutou para Jefferson defender. Nos acréscimos, foi a vez de Romário tentar, mas ela passou à direita do gol.

Timbu aperta, perde pênalti e Vozão segura o resultado

Na etapa final, o duelo foi equilibrado e com pouca produtividade dos dois lados. Aos 9, a primeira grande chance do segundo tempo caiu nos pés de Gilmar, que recebeu assistência de Manoel após falta cobrada na área, mas mesmo livre para empatar, finalizou por cima.

Um minuto depois, uma oportunidade ainda mais clara: Gilmar invade a área e é derrubado por Luiz Otávio, que ganha amarelo. Na cobrança da penalidade, Giovanni bate rasteiro, mas Éverson defende em dois tempos, evitando que o meio aproveitasse o rebote.

Os Alvirrubros ainda tiveram mais duas grandes oportunidades num mesmo lance, aos 24, quando Giovanni cobrou nova falta na área, mas de frente para o gol, Breno finalizou mal. Na sequência da jogada, a defesa do Vozão vacilou e os recifenses por pouco não aproveitaram para igualar o placar, que pela falta de criatividade dos dois lados, não foi mais alterado.

VAVEL Logo