Grêmio sai na frente, mas acaba cedendo empate para Independiente pela Recopa

As equipes disputam o título da Recopa Sul-Americana e, na primeira partida da decisão, ficaram no 1 a 1

Grêmio sai na frente, mas acaba cedendo empate para Independiente pela Recopa
Foto: Lucas Uebel
Independiente
1 1
Grêmio
Independiente: Campaña; Bustos (Figal), Alan Franco, Amorebieta e Gastón Silva; Gaibor (Jonas Gutierrez), Domingo, Meza e Martín Benitez (Leandro Fernandez); Gigliotti e Menéndez. Técnico: Ariel Holan.
Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jailson, Maicon, Lima (Alisson), Luan e Everton (Maicosuel); Cícero (Jael). Técnico: Renato Portaluppi.
Placar: 0-1, Luan. 1-1, Bruno Cortez (contra)
ÁRBITRO: Rody Zambrano auxiliado por Bryon Romero e Christian Lescano.
INCIDENCIAS: Partida válida pela final da Recopa, realizada no estádio Libertadores da América, na Argentina.

Independiente e Grêmio fizeram na noite desta quarta-feira (14) a primeira partida da decisão da Recopa Sul-americana. Para chegar na disputa pelo título, o clube argentino foi campeão da Sul-Americana, e a equipe gaúcha venceu a Copa Libertadores da América de 2017.

No duelo, realizado no estádio Libertadores da América, em solo argentino, as equipes ficaram no empate em 1 a 1. O gol gremista saiu dos pés de Luan, e o do time do Independiente foi contra, do lateral Bruno Cortez, ambos no primeiro tempo de partida.

A partida decisiva acontece na semana que vem, em Porto Alegre, na Arena do Grêmio. Às 21h45 da quarta-feira (21) a bola rola por mais 90 minutos, para decidir quem fica com o título da Recopa.

Primeira etapa tem gols e expulsão 

Apesar do Grêmio iniciar a partida com maior domínio de posse de bola, a equipe de Renato Portaluppi tinha dificuldades na criação. Foi o Independiente que levou perigo pela primeira vez a defesa gremista. Após cobrança de escanteio, Mezza subiu e mandou de cabeça para o gol, carimbando a trave.

Até então as melhores chances eram argentinas, no entanto, foi o Grêmio que abriu o placar, aos 21 minutos de bola rolando. A defesa do Independiente errou na saída e a bola foi parar nos pés de Luan, que avançou para dentro da área, desviou do goleiro e mandou para o fundo do gol, deixando o Tricolor em vantagem.

O Independiente pareceu sentir o gol sofrido, e a situação que já era complicada, ficou mais ainda difícil. Em jogada no meio de campo, Giliotti acertou uma cotovelada em Kannemann, com a confusão o árbitro da partida resolveu consultar o recurso de vídeo e acabou expulsando o atacante argentino.

Aos 33 minutos, apesar de jogar com um homem a menos, o clube argentino conseguiu igualar o placar no estádio Libertadores da América. Em cobrança de falta, Gaibor colocou a bola na área e, para a infelicidade gremista, Bruno Cortez desviou e acabou marcando contra. Com pouca criação no restante de partida, a primeira etapa acabou com um gol para cada lado.

Grêmio pressiona, mas não consegue ficar a frente no placar

A primeira grande jogada da segunda etapa foi gremista. Em contra-ataque, Éverton fez lançamento para Cícero, que finalizou dentro da área. O goleiro Campaña deu rebote e Luan apareceu para finalizar em cima de Amorebieta, que salvou sua equipe de tomar o segundo gol.

Chegados os 15 minutos do segundo tempo, era o Grêmio que tinha controle da bola. A equipe gaúcha trocava passes no campo de ataque e pressionava os argentinos. Aos 23, Everton bateu em direção ao gol, Cícero desviou, mas o goleiro argentino estava atento para fazer a defesa e impedir que o clube gaúcho ficasse a frente do placar novamente.

Com um jogador a menos em campo, o Independiente apresentava dificuldades. Os donos da casa esperavam o erro gremista para ficar com a bola e procuravam oportunidades nas jogadas de bola parada.

Com maior domínio no jogo, o Grêmio voltou a assustar aos 34 minutos, com o volante Maicon. O capitão recebeu na intermediária e mandou a bomba em direção gol de Campaña, mas a bola saiu pela linha de fundo, passando pertinho da trave. Na reta final o Tricolor continuou pressionando a equipe adversária, mas o placar permaneceu igual. A decisão ocorre na próxima semana, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.