Náutico encerra primeira fase na liderança e Roberto Fernandes desabafa: “esse time é transpiração”
Foto: Léo Lemos/ Náutico

Náutico encerra primeira fase na liderança e Roberto Fernandes desabafa: “esse time é transpiração”

O treinador ainda enalteceu as demais equipes que se classificaram para as quartas de finais do Campeonato Pernambucano

claracastrob
Clara Castro

Após a 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano 2018, os confrontos das quartas de finais foram definidos. O Náutico fez uma boa campanha em casa e, mesmo não vencendo fora, se manteve na liderança, que lhe garantiu alguns benefícios. Mas, para o treinador Roberto Fernandes, essas vantagens não garantem o favoritismo ao Timbu.

- O Náutico entrou em campo preocupado em manter a liderança. Conseguimos. Agora fazemos as quartas contra o Afogados e, se passarmos, a semi como mandante. Numa eventual final, fazemos também o segundo jogo como mandante. Isso nos garante, além do apoio da nossa torcida, a renda dos jogos.

Apesar de terminar bem na tabela, o que poderia ser um jogo tranquilo de líder contra lanterna se tornou uma difícil tarefa. O Belo Jardim abriu o placar logo nos primeiros minutos de bola rolando e o Náutico precisou mexer ainda no primeiro tempo. Além da vitória parcial do Central e do Sport, que deixavam o Timbu apenas na terceira colocação. Para Roberto, o 2 a 2 acabou sendo um resultado justo.

- O Belo Jardim começou o jogo como uma decisão e o Náutico começou achando que ganharia quando quisesse. Tomamos o gol muito cedo e, mesmo conseguindo o empate, voltamos a errar e tomamos gol novamente. Ainda no primeiro tempo, tudo que nós construímos na primeira fase estava indo por água a baixo.

Na partida, o treinador teve a oportunidade de, mais uma vez, escalar o artilheiro da equipe, Wallace Pernambucano, e Ortigoza para atuarem juntos. Foi a segunda vez que isso aconteceu, mas Roberto admitiu ainda não estar satisfeito com o entrosamento da dupla. Outro que ficou na bronca com o técnico foi Rafael Ribeiro.

- Não tinha como esperar o segundo tempo. Coloquei o time inteiro pra frente (com Júnior Timbó na vaga de Rafael) e passamos a jogar com dois meias e três atacantes. Com isso, equilibramos mais o jogo. No segundo tempo, além da parte tática, a equipe voltou com o espírito diferente. Parece que eu tenho que começar o jogo agora pelo intervalo. A equipe entrou com outra postura.

As quartas de finais do Campeonato inicialmente estavam marcadas para o próximo domingo (11), mas como o Náutico recebe o Bahia pela Copa do Nordeste e na quarta-feira (14) enfrenta o Cuiabá pela Copa do Brasil, Náutico x Afogados será realizado no domingo (18), às 16h, na Arena de Pernambuco em partida única. Para avançar no estadual, precisa da vitória.

- Consolidamos a liderança, mas agora começa um outro campeonato. Todas as equipes que se classificaram estão qualificadas e são candidatas ao título. Nessa fase, qualquer pequena vantagem pode fazer diferença.

VAVEL Logo

Náutico Notícias

há um mês
há 2 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses
há 8 meses