Após protestos da torcida, São Paulo vence Red Bull Brasil e se classifica em primeiro do grupo
Foto: Divulgação / São Paulo FC

Após protestos da torcida, São Paulo vence Red Bull Brasil e se classifica em primeiro do grupo

Equipe começou perdendo, porém virou e venceu por 3 a 1, conseguindo então a classificação em primeiro no Grupo B

GaBrizotti
Gabriella Brizotti
São PauloJean; Bruno, Aderllan, Arboleda e Júnior Tavares; Petros, Pedro, Nene e Diego Souza; Tréllez e Caíque
RB BrasilJulio César; Nininho, Anderson Marques, Tiago Alves e Breno Lopes; André Castro, Rayner e Thomaz; Claudinho, Edmilson e Eder Luis
Placar0-1, min 8 - Edmílson 1-1, min 31 - Nininho (contra) 2-1, min 22/2T- Arboleda 3-1, min 26/2T - Marcos Guilherme
ÁRBITRO Arbitro: Leandro Bizzio Marinho
INCIDENCIASPartida valida pelo Campeonato Paulista

Pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista, o São Paulo recebeu o RB Brasil e venceu a partida por 3 a 1. Gols de Nininho (contra), Arboleda e Marcos Guilherme, para o lado do adversário, o gol saiu com Edmilson.

A partida ficou marcada pelos protestos presentes no Morumbi antes do pontapé inicial. A principal torcida organizada do Tricolor recepcionou os jogadores de maneira não convencional: trocou os fogos, sinalizadores e bandeiras por caixões, faixas de luto, roupa preta e até marcha fúnebre.

Se o clima não era de animação do lado de fora do estádio, do lado de dentro o São Paulo pareceu estar disposto a mudar a situação. No entanto, logo no início do jogo, o Red Bull Brasil abriu o placar. Após erro do goleiro Jean, a bola ficou com Eder Luís, que encontrou Edmílson na área para finalizar para o fundo das redes.

Após o susto, o Tricolor se reorganizou e começou a pressionar o adversário. Minutos após o gol, Caíque deixou Diego Souza em uma ótima posição, porém o atacante foi travado na hora de finalizar, grande chance perdida.

Júlio Cesar, o arqueiro da equipe de Campinas estava realizando ótimas defesas. Aos 18 minutos, fez uma belíssima diante do chute de Nenê. O São Paulo pressionava, e aos 31 minutos, o gol finalmente saiu: Nenê cruzou rasteiro buscando Trellez, porém Nininho acabou finalizando contra a própria meta. O time do Morumbi empatava a partida nesse momento.

Foi o que precisou para o Tricolor ganhar força na partida e aumentar suas chances. A equipe ainda chegou com o incrível passe de Nenê, após tabela com Diego Souza, para Trelléz, porém o atacante mandou para fora.

No início do segundo tempo, outra vez Nenê levando seu time ao ataque: dessa vez a bola passou raspando a trave de Júlio Cesar. A pouca torcida presente gritava o nome de Valdivia nas arquibancadas, e Jardine acatou, colocando-o no jogo.

O RB ainda teve algumas chances, já que aos 10 minutos Anderson Marques subiu sozinho e de cabeça tentou ampliar o placar, porém a bola passou por cima do travessão de Jean. Apesar dessa boa chance, quem ampliou foi o Tricolor. Após cobrança de falta de Junior Tavares dentro da área, Arboleda subiu mais que todos e cabeceou no fundo do gol, deixando Júlio Cesar sem chances de defesa.

Poucos minutos depois, após belíssima jogada de Valdivia, Marcos Guilherme foi encontrado dentro da área e mandou uma bomba na meta adversária.  O São Paulo matou o jogo nesse instante. O Tricolor ainda teve a chance de marcar o quarto gol, em uma cabeçada de Aderlan, porém Júlio Cesar executou uma ótima defesa.

Com esse resultado, o São Paulo conseguiu o primeiro lugar em seu grupo, com 17 pontos e na próxima fase vai enfrentar o São Caetano, sendo o jogo de volta no Morumbi. A data do jogo ainda será definida em reunião com a Federação Paulista.

Já o Red Bull Brasil entrou em campo sem nenhuma chance de classificação e ficou com 13 pontos, na terceira colocação do grupo D, finalizando sua participação no torneio.

VAVEL Logo