Sport e Santa Cruz fazem clássico decisivo nas quartas de final do Pernambucano
Foto: Divulgação/Santa Cruz FC

Sport e Santa Cruz fazem clássico decisivo nas quartas de final do Pernambucano

Treinadores não deram pistas sobre os times que entram em campo na Ilha do Retiro

allanlops
Allan Lopes
SportMAGRÃO; RAUL PRATA, RONALDO ALVES, LÉO ORTIZ E SANDER; ANSELMO, NETO MOURA, ROGÉRIO (ÍNDIO OU THOMÁS) E MARLONE; GABRIEL E LEANDRO PEREIRA. TÉCNICO: NELSINHO BAPTISTA.
Santa CruzTIAGO MACHOWSKI; VÍTOR, AUGUSTO SILVA, GENÍLSON E HENRIQUE ÁVILA (PAULO HENRIQUE); JORGINHO, LUIZ OTÁVIO E DANIEL SOBRALENSE (ARTHUR REZENDE); FABINHO ALVES, ROBINHO E HÉRICLES (ARTHUR REZENDE). TÉCNICO: JÚNIOR ROCHA.
ÁRBITRONIELSON NOGUEIRA DIAS (PE), AUXILIADO POR CLÓVIS AMARAL E RICARDO CHIANCA.
INCIDENCIASPARTIDA VÁLIDA PELAS QUARTAS DE FINAL DO CAMPEONATO PERNAMBUCANO DE 2018, SENDO DISPUTADA NA ILHA DO RETIRO, EM RECIFE.

Após o primeiro Clássico das Multidões do ano apresentar cenas lamentáveis fora e dentro do estádio, Sport e Santa Cruz se enfrentam novamente nesta quarta feira (14), às 21h45 pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano 2018. Diferentemente das edições anteriores, quando havia partidas de ida e volta no mata-mata, desta vez é jogo único. Como os rubro-negros terminaram a primeira fase mais bem colocados, terão a vantagem do duelo ser em casa. 

Como vem sendo recentemente, é esperado mais um clássico equilibrado na Ilha do Retiro. Isso se deve, principalmente, pelo momento das equipes. O Santa está há dez partidas sem uma derrota e se observa uma crescente evolução no time de Júnior Rocha. Pelo lado do Sport, Nelsinho Baptista ainda está em busca da forma ideal de jogo, embora também esteja promovendo uma melhora. Além disso, deve contar com o retorno de peças importantes, abrindo a possibilidade de escolher como entrar em campo.

Pressionado, Sport precisa vencer para salvar o semestre

Com a fracasso na Copa do Brasil diante do Ferroviário, bastou ao Sport se contentar com o Campeonato Pernambucano. Porém, mais do que fazer uma boa campanha, a equipe rubro-negra se sente na obrigação de ser campeã. Um dos fatores para esse sentimento é a disparidade financeira em relação aos seus rivais. Comparando com o Santa, a diferença chegar a ser mais de 10x maior. Caso seja eliminado, o Leão irá passar cerca de um mês apenas treinando, voltando aos gramados apenas no dia 15 de abril contra o América-MG, pelo Campeonato Brasileiro.

Para a partida, Nelsinho deve contar com o retorno de peças consideradas titulares: os volantes Anselmo, poupado no último clássico para não ficar suspenso, Fellipe Bastos, recuperado da lesão na coxa direita, e Fabrício, após lesão no ombro direito. Com os retornos, se abre um leque de possibilidades para o comandante leonino optar. Apesar de não confirmar o time, o técnico se mostra convicto do time que vai a campo. Assim, o provável time rubro-negro é: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Léo Ortiz e Sander; Anselmo, Neto Moura, Rogério (Índio ou Thomás) e Marlone; Gabriel e Leandro Pereira.

Tricolor quer manter boa fase no clássico

Na sua melhor fase da temporada, o Santa Cruz enfrenta sua maior decisão do ano até agora nesta quarta-feira, diante do Sport. Depois de um começo cercado de dúvidas sobre o elenco e o técnico Júnior Rocha, a torcida tricolor se encontra mais confiante após arrancar um empate no clássico passado e chegar na marca de 10 partidas sem perder. 

Assim como seu rival, Júnior Rocha também resolveu fazer mistério sobre o time que vai a campo. As grandes dúvidas estão na lateral, no meio e ataque. Por ter sido contratado fora do prazo de inscrição do campeonato, Maílton não pode jogar. Vítor, antes títular, deve voltar ao time. A presença do lateral-esquerdo Ávila é dúvida, pois não está garantida sua total recuperação da lesão na panturrilha. Já mais na frente, apesar de haver uma indecisão entre Daniel Sobralense e Artur no meio de campo, sem Héricles, que sentiu o púbis, se abre a possibilidade dos dois atuarem juntos. O provável Santa Cruz na Ilha é: Tiago Machowski; Vítor, Augusto Silva, Genílson e Henrique Ávila (Paulo Henrique); Jorginho, Luiz Otávio e Daniel Sobralense (Arthur Rezende); Fabinho Alves, Robinho e Héricles (Arthur Rezende).

VAVEL Logo

Sport Club do Recife Notícias

há 7 dias
há 7 dias
há 9 dias
há 12 dias
há 17 dias
há 17 dias
há 20 dias
há 25 dias
há um mês
há um mês
há um mês