Substituto de Fábio contra Tupi, Rafael sinaliza jogo difícil pela volta da semifinal do Mineiro
Rafael está a um jogo da marca de 100 partidas pela Raposa (Foto: Washington Press/Light Press/Cruzeiro)

Com a suspensão do goleiro Fábio para o duelo do Cruzeiro frente ao Tupi no domingo (25), às 11h, pela volta da semifinal do Campeonato Mineiro, a meta celeste vai ser protegida por Rafael. O titular do gol cruzeirense levou o terceiro cartão amarelo na partida de ida e não poderá jogar. O substituto de domingo pregou respeito ao Galo Carijó e afastou o clima de "já ganhou".

“Eu acho que o foco nosso é em cada jogo, em cada passo, não podemos pensar na final antes de chegar na semifinal. Temos muito respeito pelo Tupi, a equipe deles é muito boa, e precisamos entrar concentrados. Clima de 'já ganhou' a gente deixa para o externo, porque aqui vamos ter que correr para garantir a classificação”, afirmou o substituto de Fábio.

O Cruzeiro não vence o Mineiro há quatro anos e está a três passos que colocar um fim nessa seca. A próxima missão da Raposa é passar pelo Tupi, tendo vencido o jogo de ida por 1 a 0. Se vencer, empatar ou perder pelo mesmo placar, a equipe celeste já garante vaga na final.

“É um jogo que vale muito, vale classificação para a final do Mineiro. Precisamos estar 90 minutos ligados para não sermos surpreendidos. Sabemos que no jogo são 180 minutos. Esses 90 aí agora, no Mineirão, são essenciais”, colocou. 

A arbitragem tem tomado as atenções nessa reta final do Mineiro. No duelo de ida entre Atlético e América, por exemplo, outra semifinal do torneio, o time americano saiu na bronca por um gol invalidado de forma equivocada. Os árbitros dos duelos de volta serão de fora, mas Rafael preferiu não tecer muitos comentários sobre os donos do apito.

“Nós jogadores acabamos por não optar por juiz, mas vi que vai ser um juiz carioca [Wagner Nascimento Magalhães], que foi decidido isso nos dois jogos da semifinal. Eu prefiro não falar, não comentar sobre arbitragem. É difícil, nós julgamos muito, mas sabemos o quanto é difícil, o quanto treinam e tentam acertar”, enfatizou.

No domingo, o Cruzeiro vai receber o Tupi às 11h, no Mineirão, pelo jogo de volta da semifinal do Mineiro. Um pouco mais tarde, às 16h, na Arena Independência, América e Atlético decidem o outro finalista do Mineiro - o Galo venceu a ida por 1 a 0.

VAVEL Logo