Com mistério nas escalações, Atlético-PR e Londrina fazem final da Taça Caio Júnior
Foto: Fabio Wosniak / Site Oficial CAP

Com  promessa de grande público, o invicto Atlético-PR recebe o surpreendente Londrina em sua casa, a Arena da Baixada, nesta quarta-feira às 20h (Brasília), na final da Taça Caio Júnior, segundo turno do Campeonato Paranaense. O vencedor enfrentará o Coritiba, que já havia sido campeão do primeiro turno, na grande final do estadual.

Confiança no Furacão

Foto: Miguel Locatelli / Site Oficial CAP
Foto: Miguel Locatelli / Site Oficial CAP

Depois de mesmo com o time alternativo, ter a melhor campanha do paranaense e estar invicto na competição, o rubro negro exala confiança para a grande final. O time vem embalado de uma goleada emblemática na semifinal  por 5 a 0  no Maringá e tem vantagem do mando de campo por ter tido melhor retrospecto que seu adversário.

Apesar do favoritismo assumido Tiago Nunes, técnico da equipe, quer deixar o "oba oba" de lado e focar totalmente no jogo. Liderado pelo atacante Éderson, artilheiro da competição com 8 gols, o furacão vem apostando na posse de bola, sem perder força no ataque. O lateral Renan Lodi enfatizou a organização do Londrina, que encaixou seu jogo na reta final da competição, mas quer usar como vantagem o fator casa.

“O adversário tem uma equipe bem organizada pelo Marquinhos Santos. Sabemos da qualidade e temos que ter cuidado. Mas teremos a vantagem de jogar em casa. Vamos nos concentrar para fazer um grande jogo”, disse ele. 

O Atlético-PR pode ter duas mudanças para a final. O meia Matheus Anjos, em recuperação de dores no pé, fica à disposição da comissão técnica. Por outro lado, o volante Bruno Guimarães, fora do treino desta terça-feira, deve ficar fora.

Mistério no Londrina

Foto: Gustavo Oliveira / LEC
Foto: Gustavo Oliveira / LEC

O Tubarão,  após um início de temporada conturbado, se reencontrou sob comando do técnico Marquinhos Santos, chegando à final depois de eliminar o Paraná nas semifinais da Taça Caio Júnior, em cobranças de pênalti. 

Depois de se considerado "azarão" nos últimos jogos, a equipe espera usar fator ao seu favor e surpreender o Atlético-PR na Arena da Baixada. Para encarar o melhor ataque da competição, o zagueiro do time, Luizão, espera manter os bons números defensivos. Nos últimos quatro jogos, foram apenas 2 gols sofridos. 

"A gente sabe do poder ofensivo do Atlético-PR, sabemos que são bons jogadores. Temos que ter total atenção. A zaga quando está bem atenta, um conversando com o outro, pode até sofrer gols, mas é mais difícil. A gente tem que conversar bastante, falar muito um com o outro e estar sempre perto para não tomar gol", comentou ele.

Marquinhos Santos fez mistério sobre a escalação, entre as possibilidades o técnico pode optar por um time mais ofensivo, com três atacantes, ou mais conservador, com três volantes. O time terá retorno de Luizão na zaga. Além disso, o volante Moisés também volta de suspensão.

Histórico de confrontos

139 jogos

65 vitórias do Atlético PR

38 vitórias do Londrina

36 empates 

Ingressos 

Torcida do Atlético-PR: R$ 30,00 a meia-entrada e R$ 60,00 a inteira;
Setor VIP (torcida do Atlético-PR): R$ 175,00 a meia-entrada e R$ 350,00 a inteira;
Torcida visitante: R$ 30,00 a meia-entrada e R$ 60,00 a inteira.

 

 

 


 
 

 


 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VAVEL Logo