Alberto Valentim afasta polêmica com insatisfação de jogadores substituídos
Alberto Valentim afasta polêmica com insatisfação de jogadores substituídos

Apesar da derrota do Botafogo para o Vasco nos últimos minutos da primeira partida do Campeonato Brasileiro, no Estádio Nilton Santos, o treinador Alberto Valentim destacou a qualidade do jogo, que foi recheado de emoções e boas jogadas: "Jogo muito bom para quem veio assistir no sentido de jogo jogado, aberto. A forma de tomar um gol nos acréscimos fica no vestiário um sabor mais triste, porque estávamos nos minutos finais", disse.

"Mas já tínhamos falado antes que tem o jogo de volta, 180 minutos, e temos que reagir rapidamente. Dá para recuperar fisicamente e emocionalmente. Vamos procurar trabalhar bem para corrigir erros e repetir coisas boas"

Brenner e Valencia se manifestaram contra suas respectivas substituições. O chileno saiu para a entrada de Rodrigo Pimpão e o brasileiro para o ingresso de Kieza. Sobre isso, Alberto foi cauteloso: "Jogador quer jogar, quer procurar ajudar e há o nervosismo da final. Procurei fazer o melhor com os jogadores que temos no banco. Da mesma forma que falei com Brenner, não vamos falar de polêmica. Precisamos nos unir mais ainda na derrota. Depois vamos procurar corrigir o que precisamos", afirmou.

Um dos bons pontos do Botafogo na partida foi a pressão alta, que resultou no gol de Renatinho. Além de elogiar esse fato, Valentim também falou sobre o volante Marcelo, que foi importante na jogada do tento: "Nossa ideia era de marcar a intermediária. Aumentamos a pressão com os jogadores de frente e vamos puxando outros jogadores. Marcelo encaixou bem na roubada do primeiro gol. Depois você acaba abaixando a linha, o rival vem com mais força", bradou.

Um dos episódios cômicos da partida foi a entrevista coletiva de Rodrigo Lindoso, que afirmou que não tinha noção de que estava suspenso após levar um cartão amarelo: "Conversamos um pouco com jogadores que poderiam estar pendurados ou não, mas o Rodrigo não joga. É a perda do nosso capitão. E vamos corrigir bem", falou.

Valentim também falou sobre a desatenção de sua equipe, que levou dois gols em dois minutos: "Tomamos dois gols muito rápidos. Lógico que tem a qualidade do adversário e o erro nosso. Vamos procurar ver bem o que erramos. Vasco tem qualidade na fase ofensiva. Precisamos corrigir a parte defensiva também. Bom que os jogadores não se abateram. A gente, principalmente nos clássicos, não se abate e reage rápido", afirmou.

Com a ausência de Lindoso, os jovens Matheus Fernandes, que está retornando aos treinos, e Gustavo Bochecha, oriundos das categorias de base do clube, podem receber alguma chance. Sobre a vaga, Valentim afirmou que nada está decidido: "Preciso estudar, vou aproveitar a semana. Jogadores ganham posição nos treinos. Não preciso citar nomes. Vamos estudar direitinho", disse.

Mesmo com a derrota, Valentim garantiu que ainda há esperança na conquista do título do campeonato: "A gente tem um resultado para ser campeão ou levar para os pênaltis. O gol no fim dá sabor amargo, mas esse time mostra espírito de guerreiro. Nós queremos ser campeões e vamos fazer de tudo para isso", afirmou.

Enquanto o Vasco terá um compromisso importante pela Taça Libertadores na próxima quarta-feira (4), contra o Cruzeiro. O Botafogo, por sua vez, terá todos os dias disponíveis para treinar e montar uma estratégia para a partida volta: "Semana livre é sempre bom. Vamos aproveitar para recuperar jogadores. Voltar a treinar. São jogadores que já deram respostas", finalizou.

VAVEL Logo