Mano acredita em 'final aberta' e assume responsabilidade em derrota do Cruzeiro
Mano se responsabilizou pelos gols em jogadas de bola parada (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

O desempenho do time celeste foi muito questionado ao final da primeira partida da final do Campeonato Mineiro. O Cruzeiro perdeu para o Atlético-MG pelo placar de 3 a 1. Questionado sobre a performance de seus comandados, o técnico Mano Menezes reconheceu a superioridade dos adversários após a parada técnica.

"Acho que o Atlético nos venceu com mérito. E quando a gente perde da maneira que perdemos, a primeira coisa é reconhecer a superioridade do adversário no jogo. Até os 30 minutos do primeiro tempo, o jogo estava igual para igual. Mas houve a parada técnica, e o Atlético voltou dela; nós ficamos. Tomamos os gols da maneira que não podíamos tomar, e sabíamos disso. Fizemos faltas desnecessárias”, disse.

Em 12 minutos, o Atlético construiu uma ampla vantagem no placar e a equipe celeste não conseguia responder aos ataques alvinegros. Para o treinador, os jogadores fizeram escolhas erradas dentro de campo.

“Quando nós tomamos o 1 a 0, foi o nosso pior momento do jogo. O Atlético controlou amplamente as ações da partida. Nós começamos a correr para todos os lados, querendo resolver a partida de maneira errada, e isso custou caro: tomamos o segundo e tomamos o terceiro. Podemos conversar, mas sempre depende da atitude dentro de campo”, ressaltou.

Assim como na derrota para o Racing, pela Copa Libertadores, a Raposa sofreu com a bola parada. O técnico Mano Menezes não quis individualizar a culpa e chamou a responsabilidade sobre tais fundamentos. “Não adianta a gente querer individualizar, não é correto isso. Eu sou o comandante do time, eu sou o responsável pela bola parada”, disse.

O comandante também afirmou que a final não está decidida. Com o gol de Arrascaeta, Mano acredita que o Cruzeiro ainda tem chances de reverter essa situação. “Fizemos um gol e deixa aberto a final. Teremos de jogar mais. Acho que não merecíamos vencer, mas talvez  o placar estava mais dilatado do que o jogo apresentava. Nós vamos tentar reverter esse quadro na semana que vem e creio que temos condições de fazer isso", finalizou.

VAVEL Logo