Autuori assegura negociações avançadas por reforços: "Estão próximos de serem anunciados"
Foto: Lucas Merçon / Fluminense

O diretor esportivo Paulo Autuori concedeu entrevista coletiva, na tarde desta terça-feira (2), no Centro de Treinamento do Fluminense. Está é a primeira aparição de um dirigente do Tricolor desde a eliminação no Campeonato Carioca para o Vasco.

Entre vários assuntos, o dirigente falou sobre contratação de reforços para o Campeonato Brasileiro, o aproveitamento de atletas que voltam de empréstimo e o planejamento da equipe para o confronto pela Copa Sulamericana contra o Nacional de Potosí, no Maracanã. 

Autuori iniciou a entrevista comentando como ele analisa o ano da equipe do Fluminense. Segundo ele, Abel Braga conseguiu montar uma equipe competitiva. 

"O importante é dar lógica ao raciocínio. Começamos o ano com uma situação muito difícil, com saída de jogadores e a tentativa de o clube resgatar a saúde financeira. Começamos o Carioca de forma desacreditada e, ao final do mesmo, mesmo sem ter chegado à final, ficou claro o trabalho do Abel com esta realidade. Foi criada uma equipe competitiva com esta realidade, que será diferente do Brasileiro", analisou o diretor. 

Em relação a contratações, o diretor afirmou que existem negociações muito perto de serem fechadas, mas que o clube não irá cometer o erro que anunciar antes de ter tudo assinado. Além disso, confirmou que inicialmente três nomes deve ser contratados. 

"Logicamente vão vir jogadores. Temos negociações bem avançadas. Posso assegurar, alguns estão muito próximos de serem anunciados. Trabalhamos com realidade. Definimos as posições que o Abel deseja. Zagueiro canhoto, meia que pode jogar aberto ou interno, um atacante. Jogadores que vão vir para formar o grupo", disse Autuori.

Apesar de não querer falar sobre nomes, Autuori comentou a possibilidade de contratação do atacante João Carlos, da Cabofriense. 

"É uma das negociações, está encaminhada. Foi eleito na seleção do estadual. É um jogador que tem características de interessam ao Abel. Ele participa do jogo coletivo. Trabalha bem como pivô. Sem a bola, girou muito."

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O assunto Gustavo Scarpa também foi tratado na coletiva. Segundo Autuori, o jogador e seus representantes tem um posicionamento muito claro e comentou uma possível volta do meia. 

"Está na mão da Justiça. Não dá para saber o que vai acontecer. Uma coisa é estar vinculado ao Fluminense a outra é o posicionamento do jogador. Ele é claro. Acha que vai ganhar. Em função disso, não quer aproximação. Há por parte das instituições a ideia de fazer um acordo. As conversas sempre existiram. E os alvos não mudaram da nossa parte. Mas tem de ter interesse de todos os lados. O que não há ainda", comentou.

Foto: Divulgação Palmeiras
Foto: Divulgação Palmeiras

 

VAVEL Logo