Jádson comenta sobre treinos integrais: "Está sendo bem proveitoso"
(Foto: Divulgação / Fluminense FC)

Jádson concedeu entrevista coletiva no CT nesta quarta-feira (04) antes do treinamento. O meia comentou sobre o desempenho do Tricolor no Carioca, elogiou os jogadores jovens e também comentou sobre a possível chegada de reforços.

O jogador começou a coletiva falando sobre a semana de treinos intensivos do Fluminense. Com muitos jogos seguidos, a equipe não conseguia ter muito tempo para focar na recuperação da parte física. Com a desclassificação no Carioca, os jogadores ganharam uma semana para focar na preparação para a partida contra o Nacional Potosí, pela Sul-Americana.

"Nós temos feito bons treinos, temos procurado trabalhar a mais essa parte física, aquilo que a gente não pôde fazer no curto período de recuperação dos últimos dias. Acho que está sendo bem proveitoso, até para nos recuperar", afirmou Jádson.

Na última segunda-feira (02), o diretor esportivo, Paulo Autuori, concedeu entrevista coletiva e comentou sobre a possível chegada de reforços. Sobre os nomes cotados, Jádson comentou: "O que posso falar do Luan é que é um zagueiro técnico, rápido. Se viesse para o Fluminense, acrescentaria bastante. Quanto ao Kleber, não preciso agregar nada. Ele é um jogador extremamente conhecido, de muita qualidade e que agregaria basante ao nosso elenco".

O jogador fez questão de elogiar a equipe atual, independente da chegada de novos reforços. "O que preciso frisar é que a gente tem trabalhado bastante com o elenco que temos. Nós temos jogadores que podem também evoluir, crescer e fazer grandes partidas", afirmou.

(Foto: Divulgação / Fluminense FC)

No início do ano, o técnico Abel mudou o esquema tático do Fluminense, adotando o 3-5-2. Jádson afirmou que, no início, foi difícil para os jogadores se acostumarem: "O Carioca como um todo foi um campeonato de bastante aprendizado para o elenco inteiro. Tivemos um pouco de dificuldade para entender o que era jogar com esquema que a gente joga hoje. Mas os jogadores foram bem dedicados e perseveraram bastante para entender e colocar em prática aquilo que o Abel estava pedindo. Ao decorrer do campeonato a gente conseguiu fazer até com uma certa facilidade e certo entrosamento. Infelizmente a gente não conseguiu passar para as finais, mas o que eu posso dizer é que eu espero que a gente mantenha esse foco, esse clima competitivo a cada jogo e que nós possamos conquistar grandes coisas esse ano".

A respeito das atuações dos jogadores mais jovens, Jádson comentou: "Era nítido que em algum momento os jovens iam conseguir colocar o futebol que eles tinham em prática e conseguir fazer partida como eles fizeram. Eu espero que eles continuem com esse nível e que os jogadores mais novos que estão para vir possam seguir esses passos. Assim, eu sou um jogador jovem, mas também já passei pelo que eles tão passando hoje, por um pouco de desconfiança".

Sobre a pressão em cima dos jogadores jovens, Jádson completou: "A gente só vai saber se eles (jogadores jovens) vão se comportar bem se eles passarem por esse momento. Eu confio em todos os meus companheiros, os mais velhos e os mais novos, se eles vestem a camisa do Fluminense é porque trabalharam e merecem estar aqui. O que posso dizer hoje é que eles têm nosso apoio e vão continuar tendo".

Para Jádson, o Campeonato Brasileiro nunca é fácil para as equipes. "Independente do orçamento ou nome no elenco. Não é fácil. Mas, se a gente competir e brigar por cada espaço do campo e cada bola, vai ser mais difícil ganhar da gente. Independente de chegar ou não reforços o nosso time mostrou, apesar de ser um time com poucos nomes, que é um time que luta bastante, organizado e com qualidade. A torcida pode esperar um time que não vai desistir enquanto tiver força para lutar dentro de campo", completou.

VAVEL Logo