Copa Libertadores: Tudo que você precisa saber sobre Estudiantes x Santos
Foto: Divulgação/ Ivan Storti/ Santos FC

Estudiantes e Santos são equipes que têm muita tradição em Libertadores. Juntos, ostentam sete títulos do torneio, são três do Peixe e quatro dos argentinos. Porém, nesta quinta-feira os clubes se encontrarão pela primeira vez na história da competição em partida válida pela terceira rodada do grupo 6 da competição da competição que será ás 21h30 (de Brasília), no Estádio Centenário, em Quilmes. 

O Estudiantes está na liderança do Grupo 6, com 4 pontos, um a mais do que o Santos.

Palco do Jogo

A partida seria no Estádio Ciudad de La Plata, mas atendendo uma solicitação do Estudiantes, a Conmebol alterou o local da partida do Clube argentino contra o Santos, e ocorrerá no Estádio Centenário, em Quilmes. 39 km separam as duas cidades.

Apesar do estádio ser do Quilmes, já foi utilizado inúmeras vezes pelo Estudiantes, inclusive em sua campanha vitoriosa no Torneio Apertura da Argentina em 2010 e também a disputa do seu jogo como mandante na Recopa Sul-Americana do mesmo ano, vencida pela LDU. 

O Estádio Centenário tem capacidade para 30 mil pessoas, e as pessoas o consideram um “caldeirão” por isso. Já o Ciudad La plata, verdadeira “casa” do Estudiantes pode receber pouco mais de 50 mil pessoas.

Desfalques

Expulso contra o Nacional-URU na última rodada, Gabigol ficará de fora do jogo diante do time argentino. David Braz foi diagnosticado com um pequeno edema, fará tratamento intensivo e passará por teste para saber se estará disponível para atuar na partida. Se David Braz não jogar, Luiz Felipe é o provável substituto. Lucas Veríssimo está recuperado de virose e ficará à disposição do técnico Jair Ventura

Prováveis escalações

ESTUDIANTES: Andújar, Sánchez, Campi, Schunki e Dubarbier; Cascini, Zuqui e Braña; Lucas Rodríguez; Otero e Pavone.

Técnico: Lucas Bernardi

SANTOS: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Dodô; Alison, Léo Cittadini (Renato) e Jean Mota; Arthur Gomes, Rodrygo e Eduardo Sasha.

Técnico: Jair Ventura

Retrospecto do confronto

Foram apenas três os duelos entre as equipes. Um amistoso em 1936 (vitória do Santos por 4 a 3, na Vila Belmiro), um jogo pela Supercopa Sul-Americana em 1990 (triunfo santista por 1 a 0, em Taipe, Taiwan) e uma única partida na casa do time de La Plata, pela Recopa Sul-Americana, quando Pelé ainda jogava, em 1969. Os argentinos venceram por 3 a 1 jogo da Recopa dos Campeões Intercontinentais.

 

 

VAVEL Logo