Expulso na final contra o Botafogo, Fabrício lamenta: "Acabei prejudicando a equipe"

Vasco e Botafogo se enfrentaram na tarde deste domingo (08), no Maracanã; Lateral foi expulso ainda no primeiro tempo

Expulso na final contra o Botafogo, Fabrício lamenta: "Acabei prejudicando a equipe"
Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Vasco e Botafogo se enfrentaram na tarde deste domingo (08), às 16h, no Maracanã, pela final do Campeonato Carioca 2018. O Vasco tinha a vantagem do empate, no entanto, Fabrício acabou prejudicando a equipe após ser expulso ainda no primeiro tempo. O Botafogo fez o gol que levou a decisão para os pênaltis. Nos pênaltis, venceu o Gigante e levantou a taça.

O atleta desfalcou a equipe logo aos 36' minutos do primeiro tempo ao levar cartão vermelho por falta violenta em Luiz Fernando, do Botafogo. Porém, na opinião do jogador, o pisão era somente para cartão amarelo e, destacou visão do árbitro para partida desta final.

"Vi um monte de vezes. Os árbitros vem com uma carga do lance do João Paulo. Não tinha onde colocar o pé, acabei pegando o tornozelo. Lance para cartão amarelo, não era para expulsão. Não sou de tomar cartão assim. Acabei prejudicando a equipe. Mas cinco minutos de acréscimo prejudica mais ainda. O maior prejudicado nisso tudo foi a gente. Temos que levantar a cabeça. Fim de semana já começa o Brasileiro, estamos triste por não ter conquistado o título mas é bola para frente. A equipe correu mais. A expulsão foi determinante. Deixei a rapaziada na mão", disse o lateral.

O atleta falou da tristeza da equipe pelo vice-campeonato. E disse que o pensamento da equipe será nas próximas competições, como Brasileirão, Copa do Brasil e a Libertadores. "A gente optou por não conversar muito e deixamos para conversar durante a semana até porque está todo mundo triste. Agora é bola para frente, não dá tempo de se lamentar. Acabou e agora é pensar no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, que são as competições que temos pela frente", frisou.

Outro jogador a falar com a imprensa foi meio-campista Wagner que destacou sua indignação com a arbitragem da partida pela expulsão do Fabrício. "​O bandeirinha falou que não foi para expulsão. Infelizmente no Brasil vai demorar para as coisas serem feitas do jeito certo. O lance foi decisivo. Se tivesse recurso de vídeo a partida poderia ser diferente".

​Agora o foco do Gigante da Colina é na estreia no Campeonato Brasileiro. O Vasco enfrenta o Atlético-MG, no próximo domingo (15), às 16h, no Estádio São Januário.