Campeão com o Cruzeiro, Sobis cita Atlético: "Um time comemora jogo, o outro comemora título"
Sobis foi titular na vitória do Cruzeiro por 2 a 0 sobre o Atlético (Foto: Cristiane Mattos/Light Press)

Clássicos regionais são sempre recheados de provocações de um lado e reações do outro. Em Minas Gerais, assunto nunca falta em tempos de um bom e velho Cruzeiro x Atlético. Neste domingo (8), a Raposa bateu o Galo por 2 a 0, no Mineirão, e venceu o Campeonato Mineiro após sair do jogo de ida com um revés por 3 a 1 na conta. 

Em festa, o atacante Rafael Sobis provocou alguns atletas do clube rival após o clássico. "Agora vamos ver quem vai estar na rua [comemorando]. Pegaram no pé. O time deles ganhou um jogo. Por isso que são jogadores pequenos. Não estou falando da camisa, mas de alguns jogadores", colocou Rafael.

O Cruzeiro fez a melhor campanha do Mineiro e, por isso, tinha a vantagem do empate no placar agregado, assim como ocorreu - 3 a 3. Além da boa trajetória, com apenas uma derrota em 16 jogos no Estadual, Sobis atestou o merecimento do time celeste na conquista.

"No fim das contas venceu o melhor por tudo que foi no campeonato. Nosso time fez um grande jogo. E era para ser mais. Um gol no começo ajuda muito", falou Sobis sobre o tento que abriu o marcador para o Cruzeiro neste domingo, do uruguaio Arrascaeta.

Na euforia de Sobis, sobrou até para estrangeiros do Galo. O atacante da Raposa não especificou de quem estava falando, mas, depois do clássico, o próprio perfil do Cruzeiro no Twitter postou um vídeo com os atletas celestes mandando um recado para o venezuelano Otero.

"Debocharam dentro de campo. E o time grande, o time de verdade foi campeão. Um time comemora jogo, e o outro comemora título. Os gringos deles querem debochar. Então, que eles aprendam", afirmou.

O Atlético segue como o maior vencedor do Mineiro (44 títulos), seguido pelo Cruzeiro, que chegou ao de número 39. Anda assim, em outros âmbitos, a equipe celeste levantou mais troféus que o rival e os estampa em seu ônibus oficial.

"Por isso que o nosso ônibus atrás é cheio de taças e o deles não tem nada. Cantar antes da hora só dá força para o rival. Agora vão ter que voltar para casa quietinhos", completou Sobis.

VAVEL Logo