Roger Machado admite 'gosto amargo' em empate do Palmeiras contra Boca Juniors

Apesar do empate, o treinador elogiou a atuação de seus atletas e explicou mudanças na escalação

Roger Machado admite 'gosto amargo' em empate do Palmeiras contra Boca Juniors
Foto: Rafael Costa / VAVEL Brasil

O Palmeiras empatou contra o Boca Juniors pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. Com gols de Keno e Tévez, a partida se encerrou por 1 a 1. O técnico Roger Machado aprovou o empate da equipe apesar do gosto amargo:

"Obviamente depois de ter trabalhado bastante o jogo inteiro buscando o gol, sofrer empate dois minutos depois deixa o gosto amargo na boca. Era um jogo difícil, não só pelo adversário, por ter vindo da decisão, da perda de título, precisávamos recuperar emocionalmente a equipe. "

"Foi um jogo muito equilibrado, com muita marcação poucas oportunidades de gol. Os três pontos seria ideal, mas um ponto deixa a gente numa posição favorável."

Uma das principais contratações para a temporada, o meia Lucas Lima não fez boas atuações nas duas últimas partidas - contra Corinthians e Boca Juniors -  o treinador do Verdão defendeu seu atleta: 

"O jogador passa por altos e baixos dentro do jogo, temos que entender que a gente vem de uma maratona de jogos que é desgastante. O atleta não entra recuperado o bastante, fizemos uma alternativa ao  colocar o Guerra para mudar o jogo. Não vejo ele em mal momento. Hoje a gente ta fechando 30 dias que não tivemos uma folga . Não vejo  o Lucas em má fase,  um jogo ou outro pode se estar abaixo mas não vejo ele muito abaixo do esperado. "

Roger promoveu mudanças na equipe titular, Keno e Diogo Barbosa entraram nos lugares de Willian e Victor Luís, o técnico explicou a alteração e projetou  sequência:
 

"As alterações aconteceram em função do adversário. Já havíamos percebido que com Keno precisaria que ele tivesse  uma vitória pessoal, para quebrar a linha defensiva. O Diogo  foi por dar uma oportunidade  a ele,  e precisávamos atacar mais pelo lado esquerdo. São mudanças que podem se manter durante o ano. "

Com a derrota na final do estadual para o Corinthians, o técnico Roger Machado teve uma preocupação especial sobre o psicológico dos atletas: 

"Conversamos com jogadores, a vida do atleta e de quem trabalha com futebol é de muitas frustrações, o que eles mais sabem fazer é recuperar o ânimo. A vida é assim, se perde, se ganha. Não tem espaço de ficar se lamentando o que  ficou pra trás . É cair levantar e ficar forte para o próximo desafio. "

O Palmeiras volta a campo na próxima segunda-feira onde faz sua estreia pelo Campeonato Brasileiro contra o Botafogo no estádio Nilton Santos