Guerrero não garante ter condições físicas para jogar 90 minutos: "Decisão é do Maurício"

Peruano entrou aos 16 minutos da segunda etapa contra Ponte, em sua segunda partida após cumprir punição por doping, e teve bons lampejos durante atuação

Guerrero não garante ter condições físicas para jogar 90 minutos: "Decisão é do Maurício"
Foto:(Gilvan de Souza/Flamengo)

Em sua segunda partida consecutiva, Guerrero ainda mostra sinais de falta de ritmo, mas parece estar cada vez mais voltando à melhor forma física. No empate pela Copa do Brasil contra a Ponte Preta, o atacante do Flamengo novamente entrou no segundo tempo substituindo Henrique Dourado e fez a alegria da torcida presente no Maracanã. O gol ainda não saiu, mas a presença do peruano em campo já agita os torcedores rubro-negros.

Durante o jogo, Paolo chegou a levar perigo à meta adversária. Com dez minutos de sua participação, o centroavante chegou a arriscar forte chute da meia-lua e a bola passou perto do gol de Ivan. Dois minutos depois, o sinal mais claro causado pela falta de jogos: Vinicius Jr. lançou Guerrero em rápida jogada no contra-ataque, o jogador sairia cara a cara com o goleiro adversário, porém o zagueiro pontepretano chegou na frente e interveio na jogada.

Questionado sobre a possibilidade de atuar durante os 90 minutos já na próxima partida, o atacante preferiu ter cautela e passou a responsabilidade para o treinador.

 "A decisão para por Maurício (Barbieri). Ele que toma essa decisão. Tenho que me manter à disposição dele, estou treinando forte, me esforçando nos treinos para estar preparado para o jogo e não sentir nenhuma falta física", afirmou Guerrero.

O atacante também analisou uma mudança de postura da equipe do Flamengo, sendo mais conservadora neste último jogo. "O Maurício sempre fala que a gente não pode arriscar e se expor, pois todas as equipes respeitam muito o Flamengo e jogam sempre por uma bola. Então, valorizamos muito a posse de bola", disse.

O próximo compromisso do Rubro-Negro será no próximo domingo (13), contra a Chapecoense, em Chapecó. Há a possibilidade de Mauricio Barbieri poupar grande parte da equipe, sendo assim, Guerrero tem a chance de ter uma oportunidade com mais minutos em campo. O rodízio ocorre por conta da decisiva partida do Flamengo contra o Emelec, na próxima quarta-feira (16), pela Libertadores.