Por classificação como líder, Santos enfrenta Real Garcilaso na Vila Belmiro

No duelo contra equipe peruana pela última rodada do Grupo 6 da Libertadores, Santos só depende de si próprio para avançar em primeiro lugar

Por classificação como líder, Santos enfrenta Real Garcilaso na Vila Belmiro
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Santos
Real Garcilaso/PER
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), David Braz, Lucas Veríssimo e Dodô; Yuri, Renato e Jean Mota (Vitor Bueno); Eduardo Sasha, Gabigol e Rodrygo
Real Garcilaso/PER: Ortiz; Arizmende, Dulanto, Lojas e Cóssio; Arhimbaud, Luis Garcia, Mendoza, , Rampua e Landauri; Vidales
ÁRBITRO: Alexis Herrera apita a partida, auxiliado por Luis Murillo e Jorge Urrego, todos da Venezuela.
INCIDENCIAS: 6ª rodada do Grupo 6 da Copa Libertadores da América

Classificado com antecedência para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Santos encerra a sua participação na primeira fase desta edição da competição continental nesta quinta (24) às 19h15 contra o Real Garcilaso/PER na Vila Belmiro. Com três vitórias e duas derrotas, o Alvinegro garantiu a sua classificação na última rodada, mesmo perdendo para o Nacional/URU fora de casa, mas devido ao empate entre Garcilaso e Estudiantes. Porém, o Peixe quer garantir a liderença do Grupo 6, para ter a vantagem de disputar em casa o jogo de volta das oitavas, e para isso precisará vencer a equipe peruana na noite desta quinta.

Caso o Santos tropece, empatando ou perdendo, terá de ficar de olho na partida entre Estudiantes/ARG e Nacional/URU, que acontece no mesmo instante no Etádio Ciudad de La Plata, na Argentina. Se o Peixe empatar, o Nacional pode até empatar, mas não poderá ganhar. Já se o Santos perder, um empate do Nacional tira a primeira colocação do Alvinegro. Agora, se a equipe uruguaia perder, o Santos se classifica como líder mesmo sendo derrotado pelo Garcilaso.

Por sinal, a equipe peruana também está de olho na partida disputada na Argentina, pois mesmo já eliminada da Libertadores ainda sonha com a terceira colocação do grupo e classificação para a Sul-Americana. A equipe celeste tem cinco pontos, mas não avança às oitavas da Liberta devido ao confronto direto entre Estudiantes e Nacional.

A partida estava inicialmente marcada para o estádio do Pacaembu, mas foi realocada para a Vila Belmiro por questões de segurança, já que o Corinthians joga na capital paulista também nesta quinta (24). Com isso, os torcedores que haviam comprado antecipadamente os seus ingressos puderam trocá-los ou solicitar a devoulção do pagamento. Já na Vila Belmiro, até a noite de quarta (23) apenas 3740 ingressos foram vendidos e a expectativa é de mais um público baixo no Litoral. 

Santos tem ausência de Alison e dúvida em Victor Ferraz

Na derrota contra o São Paulo neste domingo (20) pelo Campeonato Brasileiro, o Peixe perdeu o volante Alison, que saiu de campo com dores no joelho. Temia-se até uma nova cirurgia, o que foi descartado pelo departamento médico do Santos, porém, o camisa 5 está fora da partida contra o Garcilaso e tem tempo de retorno indeterminado. No seu lugar, Renato pode fazer função de primeiro volante mesmo com 39 anos ou Jair Ventura pode optar por nova chance para o garotio Yuri como titular. A decisão do técnico do Santos pode remontar todo o meio-campo do Peixe que tem Yuri, Renato, Léo Cittadini, Jean Mota e Vitor Bueno concorrendo a três vagas. 

Além de Alison, teme-se a ausência do lateral-direito Victor Ferraz, que recentemente retornou à equipe titular. O atleta não participou do treinamento destsa quarta (23) devido a um desconforto na região lombar e será avaliado para ver se tem condições de jogo. Lembrando que Victor sofreu durante um bom tempo com uma lombalgia na temproada passada. Caso Ferraz seja vetado pelo DM, Daniel Guedes voltará à titularidade.

Completam a lista de desfalques do Santos: o volante Guilherme Nunes (lesão no adutor da coxa esquerda) e os atacantes Bruno Henrique (transição após esão na coxa esquerda) e Arthur Gomes (dores no tornozelo esuqerdo).

O provável Santos de Jair Ventura tem: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), David Braz, Lucas Veríssimo e Dodô; Yuri, Renato e Jean Mota (Vitor Bueno); Eduardo Sasha, Gabigol e Rodrygo. 

Sem desfalques, equipe peruano sonha com Libertadores

Dentro de campo o Real Garcilaso não possui nenhum desfalque para enfrentar o Santos, mas na atmosfera será evidente. O time tem como principal aliado em seus domínios a altitude de 3.400 da cidade de Cuzco, aonde venceu o Peixe na estreia da fase de grupos da Libertadores por 2 a 0. Dali em diante, os celestes pontuaram apenas mais duas vezes, com dois empates em 0 a 0 contra Nacional/URU e Estudiantes/ARG em casa e perdeu todas jogando fora.

Com cinco pontos, mesmo número do Estudiantes que é terceiro colocado, a equipe peruana não possui chances de avanças às oitavas de final da Libertadores, já que chega no máximo a oito (atual pontuação do vice-líder, Nacional), mas sabe que Estudiantes ou Nacional, de qualqier forma, passará essa marca em seu confronto direto. 

Sendo assim, objetivo da equipe á a terceira colocaçaõ do grupo e classificação para a Copa Sul-Americana, para isso precisará vencer o Santos fora de casa e torcer para que o Estudiantes não venca o Nacional, jogando na Argentina.

Com uma temporada completamente irrgular, o Real Garcilaso já trocou de trinador três vezes durante a temporada, Tabaré Silva, que é o atual, é o terceiro que tenta ajustar o time

O provável time do Real Garcilaso para enfrentar o Santos é: Ortiz; Arizmende, Dulanto, Lojas e Cóssio; Arhimbaud, Luis Garcia, Mendoza, Rampúa e Landauri; Vidales.