Barbieri culpa cansaço por postura tímida e exalta jovem dupla de zaga: "Muito satisfeito"
Foto: (Staff Images/Flamengo)

Barbieri culpa cansaço por postura tímida e exalta jovem dupla de zaga: "Muito satisfeito"

Vitória do Fla sobre Galo no Independência quebrou tabu de 65 anos sem vitórias rubro-negras contra a equipe mineira no estádio e passou a liderança do campeonato para os cariocas

mathenrique
Matheus Henrique

O Flamengo encerrou um jejum de 65 anos sem vencer o Atlético-MG na Arena Independência. Neste sábado (26), pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe carioca derrotou o Galo por 1 a 0 com gol de Éverton Ribeiro e conquistou novamente a liderança do torneio. 

Para o confronto, o Fla não pôde contar com jogadores em alguns setores da equipe, principalmente na zaga, onde sobravam desfalques e faltava experiência. Com as ausências de Réver, Rhodolfo e Juan, Léo Duarte, de 21 anos, e Thuler, de 19, formaram a dupla de zaga e deram conta do recado. Inclusive, o mais novo surpreendeu grande parte da torcida e ficou marcado por impedir uma clara oportunidade de gol de Róger Guedes.

Barbieri exaltou a partida da jovem dupla de zaga e se mostrou esperançoso com participações futuras dos jogadores. "Eles entraram numa situação complicada, difícil. O Léo já vinha jogando, o Thuler é um jogador de seleção brasileira (Sub-20). Ganhamos opções. Estou muito satisfeito com o jogo deles. O Léo vem fazendo excelentes jogos. Após o jogo com o River ele era um dos mais cansados. Conseguimos recuperá-lo, com ajuda do CEP. Suportou bem. Estamos satisfeitos. Hoje, o Léo está titular. Depois pode ser outro jogador", admitiu.

O treinador também comentou sobre a proposta de jogo da equipe rubro-negra e a pressão imposta pelos mandantes durante a partida. Segundo ele, esse panorama era esperado, porém, o desgaste de sua equipe foi circunstancial para a diferença de postura entre os times.

"Sabíamos que o Atlético iria pressionar. Ideia era suportar pressão inicial e aos poucos implantar nosso jogo. Não conseguimos pelo Atlético e desgaste. Tomamos decisões ruins, fruto do cansaço. Entendemos que não teríamos forças e optamos por contra-ataques", disse.

No decorrer do confronto, Barbieri optou pela entrada de Jean Lucas no lugar de Henrique Dourado, Felipe Vizeu na vez de Vinicius Jr. e Rômulo na de Éverton Ribeiro. Após a vitória, o ainda técnico interino obsevou necessidade de novas peças de reposição durante a partida e citou as perdas no elenco durante a temporada.

"Todas as equipes vão se reforçar. Sei que a direção está trabalhando nesse sentido. É natural, até pelo calendário que no segundo semestre deve ser ainda mais apertado (...) Precisamos de alternativas para mudar o jogo. A pressão é muito grande. Perdemos jogadores como Everton e Guerrero", relembrou.

Agora, o próximo compromisso do Flamengo será nesta quinta-feira (31), contra o Bahia, no Maracanã, às 16h. Na expectativa de manter a liderança do Brasileirão, ainda não há previsão sobre as voltas de Réver e Juan, lesionados, além dos certos desfalques de Cuéllar e Trauco, a serviço de suas seleções. Também convocado, esse na pré-lista de Tite, Lucas Paquetá está liberado para seguir em treinos e jogos com a equipe. Para o confronto seguinte, Barbieri poderá contar com a volta de Rhodolfo, que foi expulso em duelo contra o Vasco e cumpriu suspensão na última partida. 

VAVEL Logo

Flamengo Notícias

há um dia
há 3 dias
há 6 dias
há 9 dias
há 9 dias
há 10 dias
há 13 dias
há 19 dias
há 19 dias
há 19 dias
há 22 dias