Nome de Paulo Autuori ganha força para ser novo coordenador técnico do Flamengo

Função dentro do clube está nos planos da diretoria rubro-negra desde o ano passado, quando o nome de Carpegiani indicado para exercê-la

Nome de Paulo Autuori ganha força para ser novo coordenador técnico do Flamengo
Foto: Paulo Lisboa/Getty Images

Enquanto a diretoria do Flamengo não se pronuncia sobre a efetivação de Mauricio Barbieri no cargo de treinador, os olhos são voltados para outras funções dentro do staff do clube. Uma delas é a de coordenador técnico, cargo desejado dentro do clube desde o ano passado e que seria ocupado por Paulo César Carpegiani, treinador demitido em março deste ano.

A função é vista como uma forma de respaldar o trabalho de Barbieri no comando técnico e de ter mais um nome para o controle do futebol, algo muito criticado meses atrás, quando a todo tempo se falava sobre falta de cobrança. Entre os nomes observados pelos dirigentes, um sai na frente como favorito: Paulo Autuori. O renomado treinador, hoje com 65 anos, tem exercido a função de coordenar nos últimos dois trabalhos, realizados em Atlético-PR e Fluminense. Inclusive, Autuori anunciou sua saída do tricolor carioca nesta semana, o que aumentou os rumores de sua chegada ao Ninho do Urubu.

No clube paranaense, ele exercia a função de treinador da equipe em 2017, até a chegada de Eduardo Baptista. Com isso, ele foi tranferido à essa função de gerenciador, enquanto Eduardo entrou no comando dos jogadores na beira do campo. Após 15 jogos e baixo aproveitamento, Baptista foi demitido do cargo de treinador. Autuori, então, discordou da atitude da diretoria atleticana e também entregou o cargo.

No Fluminense, Autuori praticava a função de diretor esportivo de futebol. Insatisfeito com problemas internos do clube, como finanças e vazamento de notícias, o cartola entregou o cargo. No Flamengo, o ex-treinador chegaria para intitular a função deixada por Rodrigo Caetano e Mozer, demitidos em março deste ano após crise no clube.