Jair ignora protesto como fator para goleada: "Temos que nos preocupar com campo e bola"

Na véspera da partida, torcedores invadiram o centro de treinamentos para cobrar elenco, mas técnico do Santos não vê situação como influência para goleada contra o Vitória

Jair ignora protesto como fator para goleada: "Temos que nos preocupar com campo e bola"
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Após cinco jogos sem vencer, o Santos goleou o Vitória neste domingo (3) por 5 a 2 no Campeonato Brasileiro. Na véspera da partida, alguns torcedores invadiram o CT Rei Pelé no intuito de cobrar resultado dos jogadores e pedir a demissão do técnico Jair Ventura. Mesmo assim, o treinador ignorou os fatores externos como influência para o desempenho do time em campo: "No futebol, são diversos fatores extracampo. E nós profissionais procuramos fazer o melhor pela camisa que vestimos. E temos que nos preocupar com campo e bola. Voltamos a vencer depois de cinco jogos quando vínhamos criando. E parecia desculpinha. Não fizemos gol nos últimos quatro e fizemos cinco hoje. Poderíamos ter dividido para estarmos em um melhor lugar na tabela. Agora é descansar porque saímos muito desgastados nesse jogo para fazer um grane clássico".

Jair aproveitou, também, para exaltar Rodrygo, o garoto de 17 anos marcou o seu primeiro hat-trick na carreira nesta partida. "Para um jogador com essa qualidade o céu é o limite. Fico feliz de dizer que trabalhei e estou trabalhando com um jogador diferente como ele. Vai muito longe na carreira". 

Mesmo com a vitória, o técnico ainda segue pressionado, com 13 vitórias e 13 derrotas em seu retrospecto, Jair vive a expectativa do clássico contra o Corinthians nesta quarta (6), já que ao final da partida alguns torcedores deixaram o estádio entoando os gritos de "É quarta-feira": Clássico é muito importante, peso é maior. E a vitória é obrigação na vida do treinador. Não fizemos mais do que a obrigação antes. E temos que continuar fazendo a obrigação. Time que joga em casa, com trabalho definido desde a Era Mano e Tite. Santos tem sua força e vamos em busca da vitória", disse Jair Ventura. 

A partida contra o Corinthians será de fundamental importância tanto para o Santos quanto para o Jair, já uma eventual vitória seria a primeira fora de casa do Alvinegro no Campeonato Brasileiro, deixando o clima mais amêno para o trabalho de Jair.