Barbieri cita Garrincha ao comentar polêmica sobre dribles: ''Pegar vídeos dele e jogar fora''

Ousadia de Vinicius Jr. e Paquetá chamou atenção dos espectadores e revoltou jogadores do Fluminense; Abel Braga reclamou com técnico do Fla sobre postura da equipe vencedora

Barbieri cita Garrincha ao comentar polêmica sobre dribles: ''Pegar vídeos dele e jogar fora''
Foto: (Staff Images/Flamengo)

O Flamengo segue líder do Campeonato Brasileiro. Em confronto válido pela 10ª rodada da competição, o Rubro-Negro enfrentou seu rival Fluminense e venceu por 2 a 0, com gols de Henrique Dourado e Felipe Vizeu. Porém o Fla-Flu teve repercussão além dos gols e vitória: os jogadores do Fla reagiram ao bom momento com lances de efeito, principalmente Vinicius Jr. e Paquetá, isso soou como provocação aos jogadores do Flu, que reprovaram as ações.

Em certo momento da partida, o técnico do Fluminense, Abel Braga, conversou com o camisa 20 rubro-negro e com Mauricio Barbieri, treinador do Flamengo, dizendo para diminuir as brincadeiras em campo, temendo a consequência dos atos. Na entrevista coletiva, o comandante tricolor seguiu a mesma linha. Por sua vez, na sala de imprensa do Mané Garrincha, Barbieri comentou sobre os lances de seus jogadores e sobrou até comparação para o histórico ídolo, homenageado com o nome do estádio:

"Vinicius Junior sempre faz esse jogo alegre. Tem de ter cuidado. Se a gente for para esse caminho, temos de ir lá atrás e apagar os vídeos do Garrincha, que balançava na frente do adversário. Falamos que a melhor forma de respeitar é ir para cima em busca do gol", disse o treinador.

Sobre o jogo em si, o treinador rubro-negro aprovou a atuação da equipe e falou sobre o aumento da vantagem de seus concorrentes na liderança do Brasileirão, tendo em vista a sequência do campeonato após a parada da Copa do Mundo: "A vantagem é boa, mas não definitiva. Ninguém vai ser campeão no primeiro semestre. Temos de abrir o máximo para ter margem para poder oscilar no segundo semestre quando teremos muitas decisões" - afirmou.

Outro ingrediente da partida foi o fim do jejum de nove partidas sem marcar de Henrique Dourado, que teve fim logo de seu ex-clube e um dos principais rivais do Flamengo. O centroavante fez gol de pênalti, que foi sofrido por Marlos Moreno, aposta de Mauricio Barbieri para iniciar a partida. O treinador comemorou o fim do incômodo e comentou sobre o merecimento do Ceifador pelo tão desejado gol: "Foi benéfico ele ter feito o gol, ele se cobrava muito. Tirou o peso. Está crescendo. Quem ganha é o Flamengo", disse.

Porém a partida não foi só de notícias boas. Primeiro, Lucas Paquetá fez forte entrada em Jadson e tomou seu terceiro cartão amarelo no torneio, virando desfalque para a próxima partida, contra o Paraná. Depois, Rhodolfo sentiu lesão ao afastar bola da pequena área e teve de ser substituído.

Barbieri optou por não se precipitar em conclusões sobre a lesão do zagueiro, no entanto, citou a presença de outras peças na posição, entre elas, o zagueiro Juan, que se recupera de lesão: "Vamos avaliar a situação do Rhodolfo. Juan está evoluindo bem. Léo e Thuler são menos experientes, mas a confiança neles é total. Vamos ver." - comentou Barbieri.

Com a vitória no Fla-Flu, o Flamengo seguiu na primeira colocação do campeonato, agora com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, Sport. Neste domingo, o adversário será o Paraná, no Maracanã, às 19h.