Jorginho destaca importância da vitória em reestreia no Vasco: "Temos um processo longo"
Foto: Paulo Fernandes/ Vasco.com.br

Jorginho destaca importância da vitória em reestreia no Vasco: "Temos um processo longo"

Em seu retorno ao Vasco, técnico exaltou força do grupo e comentou vaias durante a vitória por 3 a 2 diante do Sport

Milenacosta_
Milena Costa

Na roda viva que é o futebol brasileiro, estrear em um clube com vitória é algo relativamente comum. Mas para Jorginho, a vitória por 3 a 2 neste sábado (9), contra o Sport em São Januário, foi especial. Porém, as vaias durante o jogo chamaram atenção do treinador em sua reestreia pelo Vasco.

"Não tenha dúvidas que vencer no primeiro jogo nos dá muita satisfação, alegria, mas foram apenas três pontos, uma vitória. Temos um processo longo, uma caminhada de muita dificuldade. Em alguns momentos, a nossa comemoração, especialmente no final, talvez para alguns seja um pouco demais, mas talvez as pessoas não saibam qual o sentimento de um atleta sendo vaiado, de ter substituições questionadas", disse o treinador.

A frente do Cruz-Maltino, o treinador inicia uma nova história no Rio de Janeiro no clube no qual jogou e treinou em 2015 e 2016, além de conquistar o título estadual daquele ano. Jorginho comentou sobre as diferenças dos elencos.

"A diferença (para o time anterior que dirigi) é clara em termos de maturidade, tinha uma equipe com média de idade de 30 anos, era uma equipe bem cascuda, bem experiente mesmo. Essa é uma equipe mais jovem. Mas o que é muito bom de ver nas duas equipes é que são equipes muito guerreiras, com a cara do Vasco. São duas equipes que têm o coração que o Vasco precisa", destacou.

Após marcar contra e ter participação no segundo gol do Sport, o zagueiro Paulão teve seu nome fortemente vaiado na colina histórica. Erazo, que substituiu Ricardo Graça, lesionado, também foi alvo de vaias da torcida. Para o novo treinador, é preciso ter a força da torcida em favor da equipe.

"A equipe quer a atuação melhor, mas às vezes a gente leva muito para o lado negativo. A gente teve seis chutes a gol, eles tiveram dois. Fiz apenas um treinamento, procurei encaixar. O Vasco fez muitos gols, mas tem tomado gols. Não é simples jogar com uma equipe forte na bola parada. O torcedor é um apaixonado, mas que ele possa entender que ele tem o poder do termômetro de um jogo", frisou.

O Vasco chegou aos 15 pontos e subiu para o 10º lugar no Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira (13), diante do Internacional, no Beira às 21h45, a equipe faz seu último jogo antes da pausa para a Copa do Mundo.

VAVEL Logo

    Club de Regatas Vasco da Gama Notícias

    há 2 horas
    há 11 dias
    há 14 dias
    há 14 dias
    há 15 dias
    há 19 dias
    há 25 dias
    há 25 dias
    há um mês
    há um mês
    há um mês