Com arbitragem polêmica, Inter vence Santos na Vila e aumenta sequência invicta

Com um a menos, Peixe foi derrotado por 2 a 1, fica mais próximo do Z-4 e aumenta pressão sobre Jair Ventura; Colorado não perde há sete jogos

Com arbitragem polêmica, Inter vence Santos na Vila e aumenta sequência invicta
Foto: Divulgação/Sport Club Internacional
Santos
1 2
Internacional

Na noite deste domingo (10), o Santos recebeu o Internacional, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A. Em partida com dois pênaltis polêmicos, um para cada lado e expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo, o Colorado saiu com a vitória por 2 a 1, na Vila Belmiro, e chegou ao sétimo jogo invicto.

Num início de jogo intenso, o Santos começou bem. Logo aos dois minutos,  Eduardo Sasha recebeu a bola na intermediária, sofreu a carga da marcação e desabou no gramado, o árbitro mandou seguir o jogo. No lance seguinte, Gabriel tentou cruzamento para a área e a defesa do Inter tirou pelo alto.

O Internacional respondeu aos oito minutos, com William Potker. O atacante apertou a marcação sobre o goleiro Vanderlei, que se enrolou todo com a bola, mas conseguiu fazer a defesa e mandar para escanteio. Três minutos depois, em contra-ataque rápido da equipe colorada, Lucca finalizou na entrada da área, levando perigo ao gol defendido pelo goleiro Vanderlei. 

O Peixe seguia trocando passes no campo de defesa, mas teve dificuldades para encaixar um bom lance ofensivo. Gabriel fez fila pelo meio, arriscou o chute de longe, para a defesa de Danilo Fernandes. A melhor chance do Santos veio aos 28 minutos. Rodrygo foi acionado em velocidade pela esquerda, passou por dois marcadores e invadiu a área. O atacante tentou o passe para trás, mas a defesa colorada conseguiu desviar.

Aos 31 minutos, o juiz marcou um pênalti duvidoso para o Inter, após Iago se chocar com Renato. E aí entrou em ação a lei do ex. Leandro Damião bateu forte, no meio do gol, e deslocou o goleiro Vanderlei, abrindo o placar para o Colorado. 

O Peixe, em desvantagem no placar, seguiu pressionando. Jean Mota cobrou escanteio pela esquerda e Moledo tirou de cabeça. A bola voltou para o camisa 3, que sofreu falta de Patrick. Gabriel deu lindo passe para Eduardo Sasha na área, e o camisa 27 mandou na trave esquerda de Danilo Fernandes.

No segundo tempo, as equipes voltaram com substituições. Jair Ventura sacou Jean Mota para a entrada de Bruno Henrique. Já o técnico Odair Helmann sacou o goleiro Danilo Fernandes, que se chocou com Rodrigo Moledo e acabou se machucando no primeiro tempo, para a entrada de Daniel. E o Alvinegro Praiano seguiu pressionando. 

Logo aos três minutos, o árbitro marcou mais um pênalti duvidoso, dessa vez a favor do time mandante. Após cruzamento pela direita, Moledo trombou com Gabriel na área e o juiz apontou a penalidade máxima. Na cobrança, o próprio camisa 10 bateu no canto direito de Daniel, que caiu do outro lado, e deixou tudo igual na Vila Belmiro. 

Mas nem deu tempo da equipe santista comemorar. Aos oito minutos, Lucca cobrou falta pela esquerda e mandou na cabeça de Victor Cuesta, que testou firme no canto esquerdo de Vanderlei, colocando novamente o Internacional à frente no placar.

E logo o Santos ficou com um a menos, após o zagueiro Lucas Veríssimo reclamar de maneira agressiva com o bandeira e acabou expulso, obrigando Jair Ventura a recompor a defesa sacando Gabriel. 

A partir daí, o Inter passou a administrar a vantagem. O Santos pressionava em busca do empate, mas pecava demais na finalização e acabou sendo derrotado, em casa.

Com a vitória, o Inter pulou para a quinta posição, com 20 pontos. Já o Santos permanece na 16° posição, com 10 pontos, um a mais que o Atlético-PR, que abre o Z-4. 

Na última rodada antes da parada da Copa do Mundo, o Santos visita o Fluminense, na quarta-feira (13), às 19h. No mesmo dia, o Internacional recebe o Vasco, às 21h45.