Jair Ventura atribui derrota contra Inter à expulsão e evita falar de arbitragem polêmica
(Foto: Fábio Lázaro/Vavel Brasil)

Jair Ventura atribui derrota contra Inter à expulsão e evita falar de arbitragem polêmica

Treinador ainda admitiu estar chateado por ter saído derrotado numa situação em que a torcida abraçou a equipe, mas não se vê no direito de se abalar

flazaro14
Fábio Lázaro

Neste domingo (10) o Santos saiu derrotado por 2 a 1 contra o Internacional pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, num jogo onde os três gols foram bastante polêmicos. Ao final da partida, o técnico Jair Ventura evitou falar sobre a arbitragem, mas atribuiu a derrota a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo após o segundo gol do Colorado.

O jogo foi um quando tivemos igualdade numérica e outro quando tivemos em desigualdade. Nós sofremos na situação que fica redundante jogar com um a menos e não tivemos força para reverter. Eu enxergo que foi determinante, mas ainda não conversei com ele (Veríssimo)”, contou.

Mesmo com a expulsão, a partida foi marcada por uma arbitragem polêmica do carioca Wagner do Nascimento Magalhães, que marcou dois pênaltis duvidosos - um para cada equipe -, além do critério usado na expulsão de Lucas Veríssimo, um cartão vermelho direto em um lance de reclamação do zagueiro. Independentemente da interferência no resultado negativo, Jair não quis falar sobre a atuação da arbitragem: “Sigo a minha linha, apesar de jovem, mas não tem nenhum jogo que eu falo de arbitragem”, repetiu.

O técnico do Santos ainda afirmou a chateação pelo placar diante do fator torcida. Com a má fase do time no período de cinco jogos sem vitórias no último mês, o torcedor se afastou do estádio, figurando baixo público na Vila Belmiro.

Com a goleada no último final de semana contra o Vitória, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o empate fora de casa contra o Corinthians, pela 10ª rodada, o torcedor se animou novamente e compareceu em bom número na Vila Belmiro na partida contra o Internacional: 8.124 torcedores.

Mais uma situação para ficarmos chateados, pois a torcida estava magoada, compareceu e fez a parte dela e infelizmente, por tudo o que aconteceu na história do jogo, a situação acabou ficando ruim”, disse Jair que foi hostilizado na saída de campo por alguns torcedores que pediam a sua saída do Santos. 

Ao ser questionado pelo motivo de não conseguir engatar uma grande série de resultados positivos, Jair olhou para o futuro. “A gente busca engatar uma série de vitórias e que ela possa chegar em momentos certos e decisivos”.

Independentemente do resultado negativo, Jair Ventura afitou que o time “Não tem direito de se abalar por conta deste jogo”. O Santos retorna a campo nesta quarta-feira (13), às 19h, quando enfrenta o Fluminense no Maracanã na última partida antes da pausa para a Copa do Mundo. 

VAVEL Logo
    CHAT