Bahia pressiona desde o início e bate Corinthians pelo placar mínimo no final do jogo

Com primeiro gol do chileno Mena com a camisa, o time baiano leva os três pontos

Bahia pressiona desde o início e bate Corinthians pelo placar mínimo no final do jogo
(Foto: Felipe Oliveira / Divulgação Esporte Clube Bahia)
Bahia
1 0
Corinthians
Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Elton, Gregore, Régis, Élber e Zé Rafael; Kayke. Técnico: Cláudio Prates
Corinthians: Walter; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Pedrinho, e Marquinhos Gabriel; Roger. Técnico: Osmar Loss
Placar: 2º Tempo: 1-0, 44 min, Mena.
ÁRBITRO: Leandro Pedro Vuaden (RS), Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA DÉCIMA SEGUNDA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO. PARTIDA REALIZADA NA ARENA FONTE NOVA, NA BAHIA, ÀS 21H45. PÚBLICO PAGANTE: 34.250 RENDA: R$1.504.387,20

Nesta noite de quarta (13), o Corinthians entrou em campo contra o Bahia pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro de 2018. O jogo data a última rodada do Brasileirão antes da Copa do Mundo, e ambos os times tinham metas antes da pausa. O time do Bahia buscava sair da zona de rebaixamento antes da pausa; já o Corinthians jogava principalmente contra a pressão em cima do técnico Osmar Loss, uma vez que o Timão parece ter perdido a produção quando o técnico anterior – Fábio Carille – saiu do time.

O jogo começou morno, com o time da casa controlando bem o jogo e tentando criar pelas laterais, acuando o Corinthians em seu campo de defesa e tendo pelo menos três jogadas que trouxeram perigo no gol de Walter. Aos 4 minutos do primeiro tempo Zé Rafael foi ao chão dentro da grande área sentindo seu rosto e alegando ter tido um toque, mas o juiz seguiu o lance de forma normal. No minuto seguinte, o time visitante fez uma jogada que foi perigosa, mas não chegou ao gol; depois da jogada individual de Marquinhos Gabriel que resultou em um cruzamento, Pedrinho tentou um chute, mas foi travado por Tiago.

Conforme o tempo foi passando, os jogadores começaram a se soltar e as duas equipes começaram a gostar mais do jogo. Aos 10 minutos de jogo, após cruzamento de Nino Paraíba, Kayke cabeceou com muito perigo no gol do time visitante, mas a bola passou por cima do travessão e saiu para tiro de meta. Dois minutos depois, em uma falta de Rodriguinho em cima de Zé Rafael, Kayke bateu com força e perigo no gol de Walter, que desviou a bola jogando-a pra escanteio.  Aos 19 minutos um erro do Timão fez com que Nino Paraíba conseguisse outro bom cruzamento, e Zé Rafael colocou o bico da chuteira para empurrar a bola em direção ao gol do Corinthians que, com falha de Walter e milagre de Pedro Henrique tirando a bola em cima da linha, não alterou o placar.

Aos 26 minutos, Pedrinho criou uma bela jogada com chapéu em cima de Lucas Fonseca, mas o chute foi torto e saiu pela linha de fundo sem perigo algum no gol de Douglas. Faltando 15 minutos para o fim do primeiro tempo, Elton passou de calcanhar para Zé Rafael que saiu de dois marcadores e bateu forte cruzado, dando trabalho para a defesa do goleiro Walter. Na reta final do primeiro tempo, ambos os times demonstraram cansaço e não conseguiram criar nenhuma jogada de perigo, e assim a primeira etapa terminou com placar zerado.

O segundo tempo começou com um belo chapéu de Pedrinho, mas quem veio com mais força para a segunda etapa foi o time da casa. Aos 4 minutos da segunda etapa, o chileno Mena perdeu uma chance clara de gol para o Bahia em um lance que Walter estava vendido após cruzamento de Nino Paraíba. Aos 13 minutos, Mena apareceu outra vez e cabeceou com força na trave do gol do Corinthians após bom cruzamento de Nino Paraíba. Aos 19 minutos de jogo o Corinthians chegou forte ao ataque em uma jogada de Marquinhos Gabriel que conseguiu o passe para o meio da área, mas o juiz marcou toque de mão do jogador alvi-negro e paralisou a jogada.

O time paulista chegou forte aos 27 minutos da segunda etapa com passe de Roger que deixou Gabriel na cara do gol com o Douglas, mas o goleiro baiano conseguiu desviar a bola para escanteio. Logo após a cobrança de Gabriel, a bola passou por Douglas, que caiu em cima do braço direito e fez com que o goleiro tivesse que ser substituído, Henrique tocou de cabeça sem perigo. Aproveitando bom passe recebido, Zé Rafael chutou com a perna esquerda no gol de Walter aos 38 minutos e o goleiro do time paulista fez uma defesa sem nenhum problema. Dois minutos depois, em contra ataque rápido do Bahia, Zé Rafael apareceu outra vez e fez uma jogada individual que resultou em um chute perigoso que resultou em uma boa defesa do goleiro do Timão que jogou para escanteio. Na cobrança de Allione, Walter defendeu outra vez após cabeceio perigoso de Lucas Fonseca.

Mais dois minutos se passaram, e dessa vez quem trouxe perigo foi o time visitante com chute forte de Maycon de fora da área, quem pegou o rebote foi Emerson Sheik, que acertou a trave e deu outro rebote dessa vez chegando ao próprio Maycon, que deixou a bola passar no meio de suas pernas, perdendo uma chance clara de gol. Depois de tanto tentar e chegar quase, o chileno Mena fez um golaço após toque de Régis no contra-ataque do Bahia, com um forte chute na gaveta do goleiro Walter aos 44 minutos do segundo tempo, para finalizar com placar mínimo o jogo.

Com essa vitória o Bahia subiu uma posição, indo para a décima sétima colocação com 12 pontos; já o Corinthians desceu para o décimo lugar, com 16 pontos. O Campeonato Brasileiro realizará uma pausa durante a Copa do Mundo FIFA 2018, e volta no dia 18 de julho, dia em que o Corinthians enfrenta o Botafogo, na Arena Corinthians. Já o Bahia entra em campo contra a Chapecoense no dia 19 em Chapecó.