Osmar Loss acredita na recuperação do Corinthians no pós-Copa: "Estaremos fortes"

Corinthians perdeu para Bahia em jogo sem brilho e treinador vê pausa para Copa com bons olhos para evolução da equipe

Osmar Loss acredita na recuperação do Corinthians no pós-Copa: "Estaremos fortes"
Timão só venceu uma partida sob comando de Loss (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

Com aproveitamento abaixo dos 25% - quatro derrotas, dois empates e uma vitória - desde que assumiu o comando técnico do Corinthians, Osmar Loss, está sofrendo muita pressão por parte da torcida Alvinegra. Nesta quarta-feira (13), o Timão foi até Salvador e acabou derrotado por 1 a 0 para o Bahia com gol aos 45 minutos da segunda etapa. Loss diz acreditar na melhora da equipe após a pausa para a Copa do Mundo e aguarda reforços.

"O que penso é fazer uma revisão de todas as atuações, observar onde sofremos gols, fazer um estudo minucioso do que o Corinthians apresentou sob meu comando e do Fábio (Carille), porque é a mesma equipe. Com esses dados na mão, vou trabalhar para fortalecer essas deficiências que apresentamos e melhorar o rendimento ofensivo. isso fica claro para todos que podemos ter um setor ofensivo mais eficiente ", comentou o treinador. 

Em uma noite de muito apática, o Corinthians quase não conseguiu levar perigo a meta defendida por Douglas. A única jogada foi quase no fim da partida com Emerson Sheik chutando na trave. Entretanto, foi Mena - lateral chinelo do Bahia - quem marcou, após duas grandes chances desperdiçadas. O mau desempenho ofensivo chama atenção e Osmar Loss espera a chegada de reforços da diretoria do Timão. 

"O Corinthians está se mobilizando. Estão trabalhando Alessandro (Nunes, gerente de futebol), Duílio (Monteiro Alves, diretor de futebol) e Andrés (Sanchez, presidente) para trazer reforços em caso de perdas que a gente possa vir a ter. Reforço para o torcedor acreditar: nós vamos estar fortes na volta da Copa", disse.

O treinador do Corinthians tem tido desfalques na equipe: Clayson e Jadson - machucados - e Cássio e Fagner na seleção não atuaram. Outra baixa certa na equipe depois da volta da Copa do Mundo será a do volante Maycon, negociado com o Shakhtar Donetsk. A parada será um alivio para o técnico, que terá tempo suficiente para reorganizar e buscar classificar a equipe na Copa do Brasil e Libertadores da América. Os jogadores ganharam folga de 10 dias.

"Eu me cobro muito, cobro pelo rendimento da equipe, pra fazer nossos jogadores renderem mais. Essa parada vai fazer com que eu me prepare mais, prepare a equipe pra fazer o que quero, teremos mais tempo que na pré-temporada", afirmou. 

O Corinthians interrompe suas atividades na parada para Copa, na décima colocação, com 16 pontos conquistados, onze pontos atrás do líder do Brasileirão, Flamengo.