Vasco libera Wellington, que depende de exames para assinar com Atlético-PR

Jogador foi liberado para procedimentos em Curitiba e deve assinar contrato logo em seguida

Vasco libera Wellington, que depende de exames para assinar com Atlético-PR
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Na manhã desta quarta-feira (11) o Vasco da gama confirmou a ida do volante Wellington para o Atlético-PR. O atleta foi liberado para viajar à Curitiba e realizar exames médicos. O contrato do jogador deve ser até o fim do ano. O jogador vai fazer parte do plantel após a saída de um outro volante. 

Depois da saída de Pavez, que foi para o Colo Colo, o clube paranaense analisou o mercado e observou que Wellington seria uma boa opção, tanto para o Vasco, quanto para o time e o jogador, já que o volante já estava com o relacionamento abalado, com a torcida cruzmaltina, após um episódio polêmico, envolvendo ele e outros jogadores do elenco. 

Na semana de um jogo de Libertadores da América, Wellington e outros companheiros postaram uma foto onde questionaram as críticas que vinham recebendo dos torcedores, coisa que não pegou bem e causou revolta na torcida do gigante da colina. O volante e outros atletas foram afastados, o que ocasionou numa tensão ainda maior em São Januário. Mas nem sempre foi assim. 

Em 2017, Wellington foi considerado um dos melhores jogadores do Vasco, com a ajuda do sistema montado pelo então treinador da época, Zé Ricardo. Com o treinador, o volante tinha uma função além da proteção defensiva. Era mais acionado no ataque, com as chegadas em velocidade e penetrações na zaga adversária. 

O volante realizará exames médicos em Curitiba nos próximos dias. Pelo Vasco da gama, entre 2017 e 2018, Wellington disputou 50 jogos e não marcou nenhum gol.