Após repercussão negativa, Corinthians se pronuncia sobre contratação do atacante Juninho

Clube, que apoia crimes contra mulheres, contratou por empréstimo o atacante Juninho, que responde por agressão e cárcere privado contra ex-namorada, gerando revolta nas redes sociais por parte da torcida

Após repercussão negativa, Corinthians se pronuncia sobre contratação do atacante Juninho
Jogador teve passagem conturbada no Ceará, onde estava emprestado (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

Na última terça-feira (7), o Corinthians celebrou em post em seu Twitter oficial o aniversário de 12 da criação da Lei Maria da Penha, que luta contra a agressão às mulheres.

Coincidentemente na mesma data o Sport emprestou o atacante Juninho ao Corinthians, que chega por empréstimo até o final de 2019. Tal coincidência se dá por conta de que, no mesmo dia em que o clube celebrou o aniversário da lei, contratou um jogador reincidente em agressão a mulher.

Mesmo aos 19 anos, Juninho sofre de problemas extracampo. No final de 2017, o atleta foi detido após ser acusado por uma ex-namorada de agredi-la fisicamente e mantê-la em cárcere privado. Mesmo após pagar fiança, Juninho ainda conviveu com seu histórico negativo, o que irritou torcedoras do corinthianas, que criticaram a equipe nas redes sociais. Em protesto pela contratação, a hashtag #JuninhoNoCorinthiansNão, se tornou um dos assuntos mais falados no Twitter do Brasil. Quando foi emprestado ao Ceará, o atleta sofreu o mesmo protesto por parte da torcida, que se mostrou descontente com sua vinda.

O Timão, recentemente entrou na campanha contra o abuso sexual e agressão às mulheres. Entretanto, a postura do clube contradiz com o que vem lutando contra.

Por conta da repercussão negativa da vinda de Juninho, o Corinthians se pronunciou sobre o assunto e informou que vai impôr medidas extracampo para monitorar o comportamento do atleta.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que irá se posicionar sobre a eventual vinda de Juninho, atleta do Sport que atuava pelo Ceará, tão logo seja definida sua contratação ou não pelo Centro de Formação de Atletas (Base). No momento, o clube aguarda algumas definições do atleta sobre exigências feitas pela agremiação relativas ao seu comportamento extracampo", informa na nota emitida nesta quarta-feira (8).

Embora ainda não tenha sido anunciado oficialmente, a negociação corre risco de não acontecer, visto que as exigências impostas pelo Timão ainda estão sendo estudadas pelos empresários do atleta.

Com a camisa do Sport, Juninho atuou em 28 jogos em 2017, marcou três gols e acabou sendo afastado pelos seus problemas disciplinares. Além disso, o atacante teve problemas com o ex-técnico Nelsinho Baptista que também o afastou em 2018, ganhando cinco quilos durante o período fora dos gramados.