Por pagamento mediante a empréstimo, Rossi fica longe do Vasco
(Foto: Internacional/ Ricardo Duarte)

Por pagamento mediante a empréstimo, Rossi fica longe do Vasco

Clube e jogador já haviam se acertado, mas Shenzhen só aceita liberar seu atleta mediante compensação financeira

ygorangel
Ygor Rangel

A chegada do atacante Rossi ao Vasco se tornou complicada, já que o Shenzhen, da China,  informou que só libera o atleta por empréstimo mediante pagamento de 500 mil dólares, como forma de compensação e sem a necessidade de arcar com percentual do salário do jogador.

A intenção do cruz-maltino era obter o empréstimo sem custos. Ainda assim, o clube não desistiu de contar com Rossi e continua negociando. O empresário do atleta segue tentando convencer os chineses a liberá-lo para atuar por mais uma temporada no Brasil.

Na última temporada, o atacante atuou pelo Internacional por empréstimo e em 30 jogos pelo colorado, marcou um gol. Rossi possui contrato com o Shenzhen até o final de 2020. Seu empresário já informou à diretoria vascaína sobre a pedida do clube chinês e liberou o clube carioca para buscar outro nome.

O Vasco e o atacante já haviam se acertado. O atleta havia concordado com os valores propostos pelo gigante da colina. Como a intenção era contratar sem custos, o Vasco não deve contar com o jogador nos moldes propostos pelo clube chinês.

VAVEL Logo