Técnico destaca aproveitamento do
Cruzeiro nos pênaltis após classificação dramática na Copa SP
Foto: Cruzeiro Esporte Clube 

Técnico destaca aproveitamento do Cruzeiro nos pênaltis após classificação dramática na Copa SP

Raposa precisou de penalidades para eliminar Sport e avançar à terceira rodada da competição; Ricardo Resende destacou equilíbrio dos jogadores para superar pressão

monica-cordeiro
Monica Cordeiro

Nesta sexta-feira (11), o  Cruzeiro venceu o Sport nos pênaltis, em jogo válido pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após o empate por 1 a 1, a equipe celeste levou a melhor nos pênaltis e conseguiu a classificação para a próxima fase do torneio. Depois do jogo, o técnico Ricardo Resende fez uma pequena análise e destacou a estabilidade da partida.

Um jogo muito equilibrado. A equipe do Sport veio com uma proposta de marcar atrás, esperando um erro nosso. Controlamos bem o primeiro tempo, tivemos boas oportunidades, mas não conseguimos concluir em gols. No segundo tempo mantemos a proposta de tentar furar a defesa do Sport e tivemos boas chances, mas num lance isolado, eles tiveram a felicidade de fazer um gol”, comentou o treinador.

Resende também destacou a maturidade de seus jogadores na hora de realizar as cobranças. “Nossos jogadores tiveram muita tranquilidade. Conversei individualmente antes das cobranças. Precisava do Marco Antônio, que tem muita qualidade e entrou descansado. Os outros também tiveram frieza para bater, mesmo com a torcida do Marília torcendo contra, tentando tirar a concentração. Eles tiveram equilíbrio e bateram muito bem”, ressaltou.

Na terceira rodada, o Cruzeiro enfrenta o Marília, que passou pelo Vocem, com vitória por 3 a 2. As equipes já se enfrentaram na fase de grupos, e a Raposa venceu por 2 a 0.

VAVEL Logo