Fluminense acerta contratação de Paulo Henrique Ganso
Foto: Reprodução / Fluminense F.C.

Fluminense acerta contratação de Paulo Henrique Ganso

Meia chega como a maior contratação do clube desde Ronaldinho Gaúcho em 2015

ygor-moreira
Ygor Henriques Moreira

Após três semanas de negociações, o Fluminense confirmou a contratação em definitivo do meia Paulo Henrique Ganso por cinco temporadas, após o meia rescindir contrato com o Sevilla.

O meia, que atuava no Amiens (FRA), por empréstimo do Hispalense, foi liberado para buscar um novo clube e o Tricolor se interessou pelo atleta, que também se mostrou aberto a ouvir a proposta do time carioca.

Ganso tem 29 anos e atuará com a camisa 10, que está sem dono desde a saída de Junior Sornoza para o Corinthians. A torcida do Fluminense, desde que soube do interesse do clube pelo jogador, inflamou as redes sociais do meia para convencê-lo do acerto.

O técnico Fernando Diniz, que é conhecido pela intensidade de jogo dos seus times, deu a sinalização positiva para a contratação durante a semana.

"Sei é que o Fluminense tem o desejo de contratar o Ganso, o Ganso tem o desejo de jogar no Fluminense, está empolgado com a ideia, mas tem outros fatores que envolvem a negociação. O desejo do Fluminense, o meu em particular e o do Ganso é de que consigamos reunir nossas forças no clube para fazer uma temporada muito boa”, frisou.

Para comentaristas e pelos próprios torcedores, Ganso é a peça que falta no meio campo tricolor, mesmo com seu estilo mais cadenciado de atuação. No elenco, apenas o jovem Daniel joga na mesma posição.

O atleta não atua desde o início de Dezembro e não há uma previsão de estréia pelo Fluminense. O jogador passou o final de ano no Brasil e precisará de alguns treinos físicos e táticos para voltar aos gramados.

Carreira

Santos

Começou a carreira como profissional em 2008, mas virou titular apenas em 2009. Ao lado de Neymar, viveu seus melhores momentos na carreira. Conquistou seis títulos, sendo um deles a Copa Libertadores em 2011. Chegou à seleção em 2010, após ser eleito o craque da Copa do Brasil e Campeonato Paulista 2010. Fez 162 jogos, com 36 gols.

São Paulo

Após cinco anos de Santos, foi para o São Paulo substituir Lucas Moura, que era o xodó da torcida. No clube, alternou bons e maus momentos, conquistando apenas a Copa Sul-Americana 2012. Sofreu muitas lesões, foi bastante criticado pelos torcedores, mas mesmo assim foi a camisa que mais vestiu na carreira: 221 jogos.

Sevilla

Realizou o sonho, mesmo que tardio, de jogar na Europa indo atuar na Espanha. Em dois anos, não chegou a disputar trinta jogos pelo Sevilla, marcando apenas sete gols. Ficou oito meses sem ser relacionado e era questionado quanto a não ser disciplinado taticamente.

Amiens

Emprestado pelo Sevilla ao Amiens, foi se aventurar com a camisa de um clube de pequena expressão na França. Atuou em apenas treze jogos, sem nenhum gol marcado, não se adaptando ao clube.

Seleção 

No auge da sua carreira, quando atuava pelo Santos, o meia era defendido por toda a mídia e torcedores por todo o Brasil, para ser convocado por Dunga para a Copa do Mundo 2010, ao lado de Neymar, mas ambos não foram convocados, causando indignação popular.

O jogador foi convocado após o mundial, já com Mano Menezes no cargo de técnico, estreando contra os Estados Unidos. Promissor, o meia nunca teve sequencia na seleção,mesmo sendo convocado para a Copa América 2011 e Olimpíadas 2012. Ficou de 2012 até 2016 sem ser convocado e jamais marcou pelo Brasil.

VAVEL Logo