Tiago Nunes avalia goleada do Athletico, mas lembra: "Temos potencial para melhorar"
Divulgação/ Athletico Paranaense

Tiago Nunes avalia goleada do Athletico, mas lembra: "Temos potencial para melhorar"

Mesmo com uma goleada de 4 a 0, o técnico elogiou a equipe mas ressaltou que precisa melhorar pois o Furacão tem um gande adversário pela frente, o Boca Juniors

agnesrigas
Agnes Rigas

Na noite desta quinta feira (14), com uma atuação espetacular, o Athletico Paranaense goleou o Jorge Wilstermann na Copa Libertadores da América. Após a partida, o técnico Tiago Nunes pode falar um pouco sobre a atuação de sua equipe durante os 90 minutos.

O treinador demostrou grande satisfação com a atuação de seus jogadores. Disse que os mesmos não permitiram nenhuma aproximação do adversário que pudesse virar uma jogada perigosa, de acordo com ele, foi uma partida com poucos erros e que através disso, conseguiram arrancar um bom resultado.

"Fizemos um jogo equilibrado, de uma maneira muito positiva. Conseguimos produzir muito ofensivamente e quase não demos espaços ao adversário. Tivemos nove chances de gol, mais de 20 finalizações… Tenho certeza que todos estão felizes com essa atuação”, disse Tiago.

O técnico durante a coletiva, abordou em como a equipe entrou em campo pressionada para conseguir uma vitória e ainda ter uma boa atuação convincente. Disse que isso não seria nada fácil pelo nível da competição, mas ficou feliz que sua equipe pode responder bem a pressão e arrancar um belo placar diante de sua torcida.

O 4 a 0 foi um placar construído, não foi achado. Hoje estávamos pressionados para vencer e o time reagiu muito bem. Foi em uma atuação bem contundente. Em 2017, conquistamos a classificação no saldo de gols e por isso o 4 a 0 foi muito importante. Vai ser uma chave muito equilibrado até o último jogo", declarou.

Mas mesmo com um grande placar, Tiago não deixou de ressaltar as falhas que o time cometeu e vem cometendo ao longo dos jogos. Disse que algumas coisas devem ser aperfeiçoadas para com que não possam correr perigo com algumas faltas de atenção dos jogadores.

"Temos potencial de melhorar sempre. Fizemos um número pequeno de jogos até agora. No ano passado, atingimos a melhor performance entre o jogo 20 e 25. Este ano, fizemos apenas dois jogos oficiais", disse o treinador.

Tendo um próximo adversário muito tradicional e forte na competição, o Boca Juniors, Tiago disse que já vem estudando a equipe para saber o pode estar mais preparado para as surpresas que o time argentino pode aprontar.

"Vi os dois jogos do Boca na Libertadores. É uma equipe com potencial técnico imenso, com jogadores que desequilibram. Mas temos totais condições de vencê-los, ainda mais nos nossos domínios. Mas teremos que ter um nível de competitividade muito alto", finalizou.

VAVEL Logo