Após vexame na Copa do Nordeste, Enderson Moreira é demitido do Bahia
(Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

Após vexame na Copa do Nordeste, Enderson Moreira é demitido do Bahia

Treinador não resiste a maus resultados 

zeca5
Zeca Lemos

Enderson Moreira não é mais técnico do Bahia. A demissão do comandante aconteceu no final da noite desse domingo (31), um dia após a eliminação na Copa do Nordeste. O comunicado oficial do clube foi divulgado às 22h37, após Enderson Moreira desembarcar com a delegação do Esquadrão para Maceió, onde o Bahia enfrentará o CRB, na terça-feira (2), em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. A bola rola às 19h15, no estádio Rei Pelé.

O auxiliar-técnico Cláudio Prates estará à beira das quatro linhas. Ele assume o time de modo interno até a chegada do novo treinador.   Enderson deixa o Bahia após 59 jogos, 22 triunfos, 19 empates e 18 derrotas, a última delas foi um vexame no último sábado (30): 1x0 diante do Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, em São Luís, pela Copa do Nordeste. A derrota diante da equipe maranhense custou a desclassificação tricolor na primeira fase do regional e foi o estopim para a demissão do treinador. Antes, o Bahia já havia amargado outra eliminação, na fase inicial da Copa Sul-Americana, após derrota para o Liverpool, do Uruguai. Finalista do Campeonato Baiano, o tricolor disputará o título estadual com o Bahia de Feira, nos dia 14 e 21 de abril.

Enderson Moreira chegou ao Bahia em junho do ano passado para substituir Guto Ferreira. Ele assumiu o time nas semifinais da Copa do Nordeste. Passou pelo Ceará e perdeu o título do regional diante do Sampaio Corrêa, dentro da Fonte Nova, diante de mais de 40 mil torcedores. O treinador chegou a ter o cargo ameaçado na ocasião, mas a goleada por 4x1 em cima do Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, deu a ele tempo e tranquilidade para trabalhar.

Confira a nota divulgada pelo Bahia:

"O Esporte Clube Bahia comunica que Enderson Moreira não é mais o treinador do Esquadrão.

No Tricolor desde junho do ano passado, o profissional participou da melhor campanha da equipe no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, assim como na Sul-Americana e na Copa do Brasil.

Desde então, comandou o time em 59 jogos, com 22 triunfos, 19 empates e 18 derrotas – aproveitamento de 48%.

A diretoria agradece os serviços prestados e deseja boa sorte no seguimento de sua carreira.

O auxiliar Cláudio Prates assume até a chegada do novo técnico".

 

VAVEL Logo