Delegação do Vasco recebe ovadas ao desembarcar no Rio de Janeiro
Rener Pinheiro/Vasco

Delegação do Vasco recebe ovadas ao desembarcar no Rio de Janeiro

Ônibus que levava os jogadores até tentou evitar os torcedores, mas mesmo assim foi alvo de agressões; polícia reagiu com balas de borracha

arthur-quaresma
Arthur Quaresma

A crise em São Januário é grande e a cada dia aumenta. Após derrota por 2 a 0 frente ao Santos pela Copa do Brasil, o Vasco retornou ao Rio de Janeiro para continuar a preparação, iniciada em São Paulo, visando a finalíssima do Estadual.

O Cruzmaltino também terá de reverter uma vantagem de dois gols de diferença para ser campeão Carioca, já que perdeu no último domingo (14) para o Flamengo por 2 a 0, no Nilton Santos.

Na noite de quinta-feira (18), um grupo de 20 pessoas esteve presente no Aeroporto Santos Dumont para recepcionar o elenco, mas não tiveram acesso ao local, já que o clube realizou um esquema, que contou com cinco seguranças do clube e quatro policiais, para que os jogadores entrassem no ônibus na pista.

Mesmo com atraso no voo, os torcedores permaneceram aguardando a saída de jogadores e comissão técnica. Às 22h, o ônibus saiu da pista, escoltado por dois carros da polícia. Mesmo assim foi alvo de ovadas e de protesto. Os policiais atiraram balas de borracha nos manifestantes para conter os mesmos. 

VAVEL Logo