Geninho aprova desenvolvimento do time em sua estreia: "Equipe merecia a vitória"
Foto: Divulgação Vitória 

Na noite desta terça-feira (24), o Vitória enfrentou um adversário difícil pela 24ª rodada da Série B. O Leão recebeu o Atlético-GO na Arena Fonte Nova, o duelo contou com a estreia do técnico Geninho, que assumiu o time após suas sequências de derrotas. Apesar de não ter feito gols a partida terminou no empate, e tirou o clube do Z-4.

Após o jogo, Geninho deu sua primeira entrevista na coletiva de imprensa sobre o desempenho do time na sua estreia:

"Eu gostei da atitude do grupo, da maneira como a equipe encarou um adversário difícil, o segundo colocado da competição. Tem uma sequência de jogos invicto, uma das equipes que mais ganhou pontos na casa do adversário. Fizemos um jogo parelho. Começamos mal, uns 15 minutos muito ruins, a equipe queria mostrar vontade, mas o excesso levou a alguns erros de saída de bola, domínios, bola que batia no pé e voltava. Depois a equipe melhorou. Temos que melhorar muito ainda em termos de entrosamento e automatização das jogadas. Gostei da maneira como eles tentaram responder, como tentaram buscar a vitória, mais na vontade do que na técnica. Gostei. Poderia ser melhor. Acho que a equipe merecia a vitória pelo que fez. Mas gostei da postura do time, de como respondeu".

O treinador também ressaltou o motivo pelo qual acredita que o time merecia ter se saído melhor na partida: 

"O time tentou. Erramos muito, algumas bolas começamos a jogada e não terminamos bem, não evoluímos bem, tivemos índice de erro de passe muito grande. Com isso, levo em conta o estado emocional do time, estreia do treinador, troca de comando, vindo de dois resultados negativos, pressionado, em busca de resultado. Isso tudo entra em campo. Tivemos jogadores que poderiam ter rendido mais, porque sei o que jogam, talvez nos ajudassem mais. Em geral, gostei do que vi. Talvez o melhor parâmetro seja a torcida, porque, mesmo sendo emocional, reconhece quando a equipe buscou, tentou. Claro que ela culpa quando a equipe erra, critica. Mas, no final, ela vê que teve um time que honrou a camisa, tentou buscar o resultado os 90 minutos."

Diante de mais um adversário do G-4, no próximo jogo, a equipe enfrentará  o líder Bragantino, no próximo domingo (29) Geninho, falou das expectativas para a competição:

"A gente vai conhecendo o grupo aos poucos. Vou ter uma semana para trabalhar, praticamente. Vou ter mais dias para o jogo de domingo do que tive para esse. Vamos ver o que a gente faz... Jogo dificílimo. Equipe muito arrumada, ajustada, que vem pontuando. Mas uma equipe que não é imbatível. E a gente vai procurar ver. Não sei se Gedoz foi lesão ou só caibra. Tomei alguns cartões. Não sei se tinha algum pendurado. Vamos com calma, ver o que vamos fazer, ver se tenho algum retorno de jogador do departamento médico. Colocar um pouco mais do que a gente entende como uma maneira de jogar para o grupo, passar para eles tudo que vimos hoje, tentar corrigir erros, melhorar acertos para que, numa próxima oportunidade, o esforço se transforme numa vitória"

Atualmente o Vitória se encontra na 16ª colocação na tabela, somando 25 pontos, fora do Z-4, o desafio do clube é se manter longe da zona de perigo. 

VAVEL Logo