Mano celebra postura do Palmeiras após goleada: “Melhor jogo em termos de criação” 
Foto: Divulgação / Twitter Palmeiras

Nesta quinta-feira (26), o Palmeiras goleou o CSA por 6 a 2 no Estádio do Pacaembu. Após a ótima atuação diante de seu torcedor, o técnico Mano Menezes concedeu entrevista coletiva e comentou sobre o momento da equipe e sobre o que espera de seu trabalho para o restante da temporada. 

A equipe fez um primeiro turno bom até a Copa América, já falamos muito disso, teve a queda de produção e iniciou a retomada. Paralelamente à chegada das vitórias, a ideia de trabalhar um pouco mais a posse, a construção das jogadas, com a bola mais tocada de trás. Na medida em que os resultados vêm, a confiança vai tendo um incremento bom, os jogadores se sentem mais à vontade”.

O treinador também elegeu este o melhor jogo do Palmeiras sob seu comando. “Hoje foi o nosso melhor jogo em termos posse, controle de jogo e criação de oportunidades. As coisas estão andando bem. Quando as coisas andam bem, a tendência é a melhora da equipe acompanhar isso”. 

Além disso, Mano falou a respeito do novo estilo de jogo que está trazendo para a equipe e de como isso favorece os volantes do elenco, como Bruno Henrique, autor de dois gols na partida. 

O novo estilo da equipe jogar favorece a chegada dos laterais e dos volantes. Com maior posse vindo de trás, dá tempo de esses jogadores chegarem. Quando apressa demais o jogo, não dá tempo de chegar, quando eles estão indo, a bola já começa a voltar. Como a equipe está trabalhando mais pé em pé, vai ganhando campo de jogo de forma mais equilibrada, dando tempo para a equipe chegar mais à frente, ficando mais compactado para atacar”, explicou.

O técnico ainda frisou a importância disso para o coletivo da equipe: “Acho isso o mais importante de tudo, o jogo coletivo mais qualificado, que vai continuar melhorando na medida em que a confiança aumenta”. 

Um outro ponto abordado na coletiva foi a irritação de alguns torcedores ao longo da partida. Após abrir 4 a 0 ainda no primeiro tempo, o Palmeiras teve um pouco mais de dificuldade do que o esperado na etapa complementar, causando algumas reclamações por parte da torcida. 

Era natural que o CSA, quando encerra o primeiro tempo perdendo de 4x0, voltasse para o segundo com cuidados defensivos para não sofrer uma derrota maior. Nós, a partir deste momento, tivemos que ter mais paciência para construir as jogadas de ataque. Rodamos mais a bola. Neste momento o torcedor ficou um pouquinho mais impaciente, querendo apressar a equipe. Temos que achar o equilíbrio entre torcedor e a equipe, para nós entendermos que a maneira de construir a jogada é como fizemos o quinto e sexto gol. Jogadas bem trabalhadas, com qualidade”, explicou o técnico. 

Por fim, Mano disse não ter ficado satisfeito em sofrer dois gols na partida de hoje, mas também disse que o momento não é para reclamar do fato, e sim exaltar o resultado conquistado.  

Me incomodou os dois gols que sofremos. Não precisava sofrer. Mas não vou ser exigente a tal ponto de valorizar os dois que sofremos, mas sim os seis que fizemos. Se sempre sofrermos dois e fizermos seis, estarei amplamente satisfeito”. 

Em segundo lugar, com 45 pontos, o Palmeiras está três atrás do líder Flamengo. Na 22ª rodada, o Verdão visita o Internacional no domingo (29), às 16h.

MEDIA: 5VOTES: 7
VAVEL Logo