Mano ainda busca título e diz que Palmeiras está ‘perdendo o campeonato nos empates’
Foto: Divulgação / Palmeiras

Na noite deste domingo (20), o Palmeiras empatou com o Athletico-PR, na Arena da Baixada, por 1x1. Com o resultado, a equipe viu o líder Flamengo abrir dez pontos de vantagem – os cariocas venceram o Fluminense por 2x0. Após o fim da partida, o técnico Mano Menezes concedeu entrevista coletiva e disse que sua equipe ainda briga pelo título do Brasileirão

O campeonato estará decidido quando matematicamente estiver decidido. Estamos fazendo nossa parte do lado de cá, somos o segundo colocado, consequentemente, a equipe que aspira com mais possibilidades encostar num adversário que tem feito uma campanha extraordinária”, afirmou. 

Apesar de ainda acreditar no título, Mano disse que a equipe está perdendo por conta dos empates excessivos. O clube paulista tem o mesmo número de derrotas do Flamengo (três), mas cinco vitórias a menos. 

A questão não é manter a motivação. Isso nós temos a obrigação de ter, não vamos ter problema quanto a isso até o final do campeonato. A questão é saber separar o campeonato, a distância, a pontuação daquilo que estamos fazendo. Estamos perdendo o campeonato até agora nos empates. Temos o mesmo número de derrotas, três, mas deixamos pontos por aí”, explicou. 

O treinador também comentou a respeito do confronto contra o Athlético e falou que apesar de o jogo ter sido difícil: “Tivemos volume para chegar na intermediária do adversário muitas vezes, mas pecamos na última parte, porque com esse volume e os contra-ataques, do jeito que o jogo ficou aberto na segunda parte, era para a gente ter criado oportunidades mais claras e poderia até ter vencido o jogo.

Por fim, o treinador elogiou o atacante Deyverson, autor do gol que garantiu o empate na Arena da Baixada. 

Ele (Deyverson) teve a oportunidade, está merecendo, hoje fez um grande jogo na minha opinião. Principalmente nos momentos em que tivemos mais dificuldade de transição da defesa para o ataque. O Athletico marcou alto, então tivemos que fazer um jogo mais longo, nas costas da linha defensiva, para disputar a primeira bola o Deyverson foi fundamental. E foi premiado com o gol pelo esforço que teve”, finalizou.  

VAVEL Logo