Brasil sai na frente, vacila no segundo tempo e cede empate para Canadá no Torneio da França
Foto: A2M/CBF

O Brasil encerrou sua participação no Torneio Internacional da França com um empate por 2 a 2 diante o Canadá, no Stade de L’Epopée, na tarde desta terça-feira (10). As comandadas de Pia Sundhage começaram bem o duelo, abrindo 2 a 0 no primeiro tempo, mas viu as adversárias melhorarem com as substituições no intervalo e buscar o empate. 

Além do empate, a Seleção tem mais um motivo pra lamentar na partida. A goleira Bárbara sentiu uma lesão na coxa e teve que ser substituída ainda no primeiro tempo. 

Com o resultado, o Brasil terminou a competição sem nenhuma vitória. O time verde-amarelo empatou com Canadá e Holanda, e sofreu uma derrota diante a França.

Bia e Ludmila brilham e Brasil transforma pressão em gols 

Pressionando a saída de bola adversária, a Seleção Brasileira iniciou o duelo alugando o campo de ataque do Canadá. A tática verde amarela deu certo e logo aos 7’, Bia lançou Marta, que entrou na área batendo cruzado e marcando o primeiro gol da equipe no Torneio da França. 

Com a vantagem no placar, o ritmo brasileiro não diminuiu. Aos 17’, Ludmila roubou a bola no meio de campo, tabelou com Bia e a camisa 19 apareceu na pequena área e só tocou para as redes. 

E a Seleção Canarinha seguiu pressionando e teve boa chance na arrancada de Ludmila, que superou a zagueira Schmidt, cruzou para área mas viu a goleira Labbé aparecer para fazer a defesa. 

Prince entra no intervalo para mudar a história do duelo  

O Brasil voltou para a segunda etapa apostando na velocidade e quase ampliou a vantagem aos 6', quando Ludmila saiu no contra-ataque, tocou pra Cristiane fazer o pivô para Marta bater de primeira, mas o chute da camisa 10 saiu por cima do travessão. 

O Canadá assustou a meta brasileira pela primeira vez aos 9’ quando Sinclair apresentou-se na área para finalizar e a bola saiu próxima à trave. 

Três minutos depois, Sinclair apareceu novamente, dessa vez lançando a bola pra Prince, que ficou cara a cara com a goleira Aline, que fez grande defesa. E a etapa final era toda da seleção canadense, que começou a reação aos 28’, quando Prince fez jogada individual na lateral direita, passou por Jucinara e tocou pra Matheson, que só teve o trabalho de jogar para as redes. 

O jogo ficou ainda mais dramático após a expulsão da lateral Jucinara, que puxou Schimidt na entrada da grande área. Com uma jogadora a mais, o Canadá partiu pra cima em busca do empate, que veio aos 41 minutos do segundo tempo, quando Matheson lançou Beckie que, de frente para a goleira, não desperdiçou.

VAVEL Logo