Régis adianta possível postura do
Cruzeiro: “Procurar o gol a todo momento”
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Nesta quinta-feira (25), o primeiro reforço indicado por Enderson Moreira realizou entrevista ao canal oficial do Cruzeiro no YouTube. Uma das principais contratações da equipe para a temporada, o meia Régis é uma das esperanças do torcedor na tentativa de solucionar a armação.

O Cruzeiro retornou aos treinamentos na última terça-feira (26) após 70 dias longe dos gramados como consequência da pandemia de coronavírus. Ainda com data incerta de quando o futebol no gramado vai voltar, o clube segue trabalhando na Toca da Raposa II. O último reforço celeste se mostrou contente pela confiança do comandante em seu futebol. Ele também comentou de que maneira o clube agiu perante ao cenário de pandemia no país.  

“Feliz com a confiança do professor. Espero, juntos aos meus companheiros, fazer um grande ano e conquistar o nosso objetivo. Período complicado com essa pandemia. Tivemos que redobrar o cuidado. Foi difícil ficar sem treinar, mas a gente recebeu todo o protocolo, todo o planejamento”, explicou.

Régis também ressaltou a grandeza da Raposa, da torcida e elogiou a estrutura e suporte permitida pelo clube para que o atleta possa realizar seu trabalho. Afirmando que o elenco é qualificado e a comissão competente, ele detalhou de que forma o time vai agir dentro do campo.

“Sei da paixão que tem essa torcida, sei da grandeza do clube. Pode esperar muita dedicação, vontade; não vai ter bola perdida, a gente vai procurar o gol a todo momento. Vocês vão ser o 12º jogador, que a gente vai precisar durante o ano – estando no estádio ou não a gente sente a energia do torcedor. É um ano muito difícil porque série B é complicado, mas tenho certeza que vamos buscar os objetivos”, acredita o jogador de 27 anos.

Apesar do Cruzeiro viver a sua pior crise da história, seja no âmbito financeiro, político e até mesmo policial, o meia prefere olhar para frente e focar no seu trabalho, visando o objetivo final na temporada.  

“O momento é complicado, mas que possa ficar para trás A gente tem de olhar para frente. É um cenário novo, temos que agarrar essa oportunidade que é disputar a série B, que é um campeonato difícil”.

VAVEL Logo