Inconformado, Guto Ferreira dispara críticas contra arbitragem após derrota do Ceará
Marlon Costa / Pernambuco Press

Em entrevista pós jogo, o técnico do Ceará, Guto Ferreira se mostrou indignado com a arbitragem da partida que resultou no primeiro gol do Atlético-MG. De acordo, com o treinador a questão cultural sempre fala mais alto na hora das decisões.

"Acho que qualquer árbitro brasileiro marcaria o pênalti em cima do VAR. Qualquer árbitro estrangeiro analisaria melhor outras situações, é a questão da cultura do local. Qualquer árbitro brasileiro, pelo simples fato de ter o puxão e a camisa se esticou, marcaria. Se foi suficiente para derrubar o Marrony ou não, é o que os estrangeiros avaliaram, então eu não tenho nada a reclamar porque jogamos no Brasil e não lá fora".

Sob o mesmo ponto de vista, Guto avaliou o jogo, o posicionamento da equipe do Vozão em campo. Segundo o técnico, a equipe cearense vem mostrando evolução, além de ter realizado uma partida de 'igual para igual', mas salientou que os gols do adversário saíram por 'detalhes' que resultaram na derrota do time.

"Acho que o resultado não refletiu o que foi a partida. Acho que fizemos uma partida taticamente muito boa, tivemos alguns detalhes que acabaram fazendo com que a gente fosse derrotado. Mas detalhes mínimos, ofensivos também, nos momentos que podíamos ter feito o gol antes dele, no lance do pênalti. O contra-ataque no segundo gol já foi consequência de quem foi buscar uma situação de gol e acabou tendo que se abrir. Logicamente não saio feliz pelo resultado, mas o desempenho me deixa consciente que o Ceará está trabalhando bem e com certeza vai melhorar".

O Ceará volta a campo na próxima quinta-feira (20), contra o Vasco, às 20h (horário de Brasília), na Arena Castelão.

VAVEL Logo