Depois de fazer história na Copa do Brasil, Afogados quer marcar seu nome na Série D
Divulgação/Afogados

Duas palavras definem bem o Afogados Futebol Clube: trabalho e calma. A equipe foi vice-campeão da A-2 do Pernambucano de 2016, subiu para a primeira divisão do ano seguinte e realizou uma boa campanha, que terminou com a permanência da equipe na A-1. 

A evolução começou a dar resultados no ano seguinte, quando o time se classificou para a segunda fase do estadual, mas perdeu por 1 A 0 para o Náutico, em um jogo muito disputado. Já em 2019 foi além e conseguiu a terceira colocação. Em 2020 voltou a chegar nas semifinais do estadual e além do mais eliminou o Atlético-MG da Copa do Brasil.

Um dos responsáveis por esse bom momento é o técnico da equipe, Pedro Manta. Ele está no comando do time há seis temporadas, sendo um dos técnicos a mais tempo no cargo na Série A, B, C e D. Ele explica os motivos pelo sucesso da equipe e quais foram os principais pontos que levaram a este atual momento.

"A avaliação que eu faço é que foi um planejamento correto, não só para este ano, mas para a sequência. Ter mantido a estrutura, o planejamento e o pé no chão. Esse momento é minha sexta passagem, estou desde o acesso para a primeira divisão. A gente conseguiu dar estrutura para o time. O que explica este bom desempenho é o planejamento bem feito. Nos últimos anos a gente sempre vem chegando nas quartas e semifinais do estadual", afirmou Manta.

Mas a vida na quarta divisão do Brasileirão não será nada fácil e logo de cara o time vai encarar uma pedreira. O adversário será o Floresta-CE. O time não foi bem no estadual, foi rebaixado, mas passou por uma reformulação e pretende fazer uma excelente Série D para salvar a temporada. Além do mais, na segunda rodada o time vai encarar o Campinense, que tempos atrás estava na Série C. 

Manta acredita em uma briga pelo acesso à Série C, mas valoriza os adversários do grupo e aponta que a briga vai ser grande pelas quatros vagas para segunda fase da competição. Ainda salienta que o importante é que o Afogados irá trabalhar muito para conquistar seus objetivos na competição.

"É um grupo muito difícil, com adversários muito qualificados. Vamos nos preparar para buscar esta vaga, não vai cair do céu, vai ter muita luta, muito suor e muito trabalho. Todas as equipes vão brigar de igual para igual por essas vagas," completou.

Um dos pontos positivos do Afogados é que a história já está sendo feita, e a confiança no trabalho do treinador é um pilar importante na construção de uma sólida campanha nos últimos anos. Em 2020 foi a primeira vez que o time disputou a Copa do Brasil e vai ser a primeira vez que a equipe disputa a Série D. Um acesso será importante para, não apenas, coroar a boa temporada do time, mas de aumentar o calendário. Pedro Manta acredita que a vaga para a Série C será importante para "atingir os objetivos de todos e de colocar o Afogados em outro patamar".

VAVEL Logo