Felipão valoriza vitória do Cruzeiro, mas minimiza boa fase: “Não adianta pensar grande”
Luiz Felipe Scolari (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Luiz Felipe Scolari contabilizou, nessa sexta-feira (6), após a vitória sobre o Botafogo-SP, dez pontos de 12 disputados pelo o Cruzeiro desde que ele chegou ao clube. No entendimento do treinador, o time ainda vive uma situação delicada na tabela e precisa pensar jogo após jogo.

A Raposa venceu pelo placar mínimo de 1 a 0 ,em uma partida bastante travada. Felipão afirmou que não gostou do que viu, mas enalteceu os três pontos.

"Desde que eu cheguei, hoje, foi o pior jogo tecnicamente. Muitas coisas não deram certo, mas o espírito, a vontade e a disciplina tática superaram todos esses problemas que tivemos. Nesse momento é muito mais importante para nós, fazermos os 3 pontos. Ainda estamos lá em baixo [na tabela]", disse em entrevista coletiva.

Perguntado sobre o empenho dos jogadores em campo, diferente daquele Cruzeiro antes da sua chegada, Felipão destacou a cobrança e o trabalho desenvolvido nos treinos.

"Estou obtendo essa resposta nos treinamentos e nos jogos. Eu sempre cobrei isso nos times em que eu passei. É importante salientar que eles [jogadores], taticamente, têm trabalhado muito bem. A defesa tem portado muito bem. É tudo trabalhado", explicou.

Sobre a animação demonstrada pelo torcedor quanto alcançar o G4, em virtude das últimas quatro exibições, Felipão minimizou e disse que ainda trabalha para distanciar o Cruzeiro da terceira divisão nacional.

"Dá tempo de fugirmos da Série C. Esse é o primeiro objetivo. Não estamos pensando no grupo de cima, porque estamos lá embaixo. Não adianta pensar grande, quantos estamos na parte debaixo. Se a torcida não gosta que o eu diga isso, não vai adiantar. Vou continuar assim até que cheguemos, no mínimo, aos 45 pontos. Antes disso, não sonho nada”, expressou.

VAVEL Logo