Sampaoli avalia empate com Bragantino como 'difícil' e
minimiza novo cartão amarelo recebido
Sampaoli à beira do gramado (Foto: Divulgação/Atlético-MG)

RB Bragantino e Atlético-MG empataram em 2 a 2, no jogo disputado no Nabizão, pela 29ª rodada do Brasileirão. Antes da partida, o Galo tinha dois jogos a menos em relação ao líder São Paulo e a vitória poderia ter colocado o time ainda mais vivo na briga pelo título.

O Massa Bruta vencia por 2 a 1 até que, no último minuto, o juiz marcou pênalti para o alvinegro, após consulta junto ao VAR. Hyoran converteu e deixou tudo igual. O técnico do Galo, Jorge Sampaoli avaliou a partida como difícil e que a estratégia do adversário dificultou para o clube mineiro.

Entramos num campo difícil, com um adversário que jogou muito bem com o Palmeiras e São Paulo. Bragantino pressiona alto, com muita gente. Era difícil encontrar espaços para jogar. No segundo tempo tivemos amplo domínio, mas o jogo acabou ficando equilibrado", falou.

Ainda no primeiro tempo, Sampaoli reclamou bastante com o quarto árbitro de um lance envolvendo Keno em que a bola acabou saindo da linha lateral. Na ocasião, o comandante levou mais um amarelo no currículo. Sobre se esse temperamento pode prejudicar a equipe, ele minimizou a situação.

Não. Toda responsabilidade é minha. Pela necessidade do jogo, as reclamações são feitas", disse.

Sobre Diego Tardelli voltar a ser relacionado, o argentino reafirmou que o atleta ainda não está pronto.

Depende da evolução dele. Não podemos inseri-lo na carga de jogos", concluiu.

Com o resultado, o clube sobe ao terceiro lugar na tabela de classificação, com 50 pontos ganhos, seis atrás do líder São Paulo. O time volta a entrar em campo às 18h15 do próximo domingo (17) para enfrentar o Atlético Goianiense no Mineirão, em Belo Horizonte/MG.

VAVEL Logo