Ainda dá? Avaí espera repetir 2014 e conquistar quarto acesso seguido na Série B
Elenco de 2020 ainda mantém esperanças de repetir feitos de 2014, 16 e 18 (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

Desde 2014, o Avaí não fica em uma divisão mais do que uma temporada. Naquele ano, o Leão conquistou um improvável acesso na última rodada e, desde então, vem alternando entre a Série B e a Série A nos últimos seis anos. Apesar deste movimento não ser o que a torcida sonha para o time, o objetivo é que, pelo menos mais uma vez, o time não continue em uma divisão por mais de um ano.

A situação do time na última rodada da Série B 2020 - que termina em 2021 - é muito parecida com a de 2014. Naquele ano, o Leão chegou na última rodada precisando vencer e ainda contar com tropeços de dois adversários. O ditado que o "Avaí faz coisa" se confirmou naquele 29 de novembro de 2014.

O torcedor se agarra nesta mística - e tem razão para isso. No último sábado (23), o time entrou em campo contra o Guarani precisando da vitória para seguir brigando pelo acesso e empatava até os 51 do segundo tempo, quando Jonathan fez o gol que manteve o Avaí vivo na Série B.

Acesso improvável

Naquele dia, o Avaí venceu o Vasco, que já havia garantido o acesso, por 1 a 0, com gol de Marquinhos de pênalti. Na Ressacada, com um jogo morno e sem muitas emoções, a atenção da torcida era nas outras partidas.

Boa Esporte, que começou aquela rodada na quarta colocação, perdia para o Icasa, rebaixado, por 3 a 1, e conseguiu descontar no fim, mas precisava da vitória para subir. Em relação a este jogo, o torcedor avaiano já estava mais tranquilo.

O maior drama na Ressacada era o placar do jogo do Atlético-GO, que jogava em casa contra o Santa Cruz, que não tinha mais chances de subir. Se o Dragão vencesse, ficaria com a quarta vaga. O time pernambucano saiu atrás, mas vencia por 2 a 1 até os 44 do segundo tempo, quando Josimar empatou para o Dragão. Em Florianópolis, os torcedores contavam os minutos para o jogo no Serra Dourada terminar.

O "gol do acesso" do Avaí acabaria saindo quatro minutos depois através de um jogador do Santa Cruz. Emerson Santos marcou aos 48 do segundo tempo e garantiu o retorno do Leão à Série A após três anos. Festa, choro, alegria e alívio para o torcedor avaiano na Ressacada.

Ídolo Marquinhos marcou gol da vitória do Avaí na rodada final da Série B em 2014 (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)
Ídolo Marquinhos marcou gol da vitória do Avaí na rodada final da Série B em 2014 (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)

Desde então, o Avaí sobe ou cai todo ano. Em 2015, terminou a Série A em 17º, rebaixado no saldo de gols. Em 2016, vice-campeão da Série B. No ano seguinte, outro rebaixamento apertado - Leão terminou em 18º, um ponto atrás da saída do Z-4. Em 2018, mais uma vez subiu, com a terceira colocação na Segundona. Em 2019, a pior campanha do time na elite: 20 pontos somados, na lanterna.

Similaridades e diferença em relação a 2014

A situação atual do Avaí é parecida com 2014, mas também tem alguns fatores que dificultam a vida do Leão. O time começa a rodada na sexta colocação - assim como seis anos atrás -, mas desta vez tem três pontos a menos que o Juventude e um a menos que o CSA.

  Classificação em 2014 (37ª rodada)       Classificação em 2014 (37ª rodada)    
Boa Esporte - 59 pontos Juventude - 58 pontos
Atlético-GO - 59 pontos 5º  CSA - 56 pontos
Avaí - 59 pontos Avaí - 55 pontos

 

Uma similaridade nos cenários é que os adversários diretos do Avaí enfrentam times que não brigam por mais nada na competição. O Juventude visita o Guarani - 12º colocado -, enquanto o CSA joga em Recife contra o Náutico, que é o 16º, mas já está livre do rebaixamento.

O Avaí, porém, tem o adversário mais complicado possível. O Leão, que ainda está invicto em 2021, visita o líder América-MG, que briga pelo título com a Chapecoense na rodada final. Caso o Leão conquiste o acesso com 58 pontos, será a pontuação mais baixa da história de um time que conquistou o acesso na Série B com 20 times.

O destino de Juventude, CSA e Avaí será decidido nesta sexta-feira (29), às 21h30. Para a torcida avaiana, o retrospecto dá esperança que o time, mais uma vez, faça das suas e retorne à Série A na temporada 2021.

VAVEL Logo