Só um milagre? Veja do que o Goiás precisa para fugir da Série B
Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás EC

O Campeonato Brasileiro Série A está chegando ao fim recheado de emoções e muitas surpresas. Na parte de baixo da tabela, Bahia, Goiás, Coritiba e Botafogo ocupam o tão temido Z-4 do Brasileirão. Mas, Botafogo já está com os dois pés na Série B, matematicamente rebaixado e o Coxa em uma situação cada vez mais delicada e difícil.

Com o empate neste sábado (06), por 3 a 3 com o Bahia, a situação do Goiás se tornou ainda mais difícil no Campeonato Brasileiro. Com o empate, o tricolor se afastou do Z-4 colocando o Vasco da Gama na zona de rebaixamento, mas o time esmeraldino se manteve na mesma colocação. Sendo assim, continua na briga com Fortaleza, Sport e Vasco para se manter na Elite do Campeonato Brasileiro.

Classificação e pontos necessários

Standings provided by SofaScore LiveScore

Atualmente, Goiás encontra-se na 18ª posição, com 33 pontos, atrás do Vasco da Gama que lidera o Z-4 com 37 pontos. Hoje o time respira por aparelhos e para escapar da zona de rebaixamento e se manter na Série A, o time esmeraldino precisaria de uma média de 44 pontos, suficientes para ficar livre da série B.

Além disso, o time esmeraldino esteve na zona de rebaixamento e até na lanterna em maior parte da competição somando 33 pontos em 35 rodadas, e possui cerca de 85,3% de chance de cair, mesmo após ter uma boa recuperação. 

Faltando apenas 3 rodadas para o Brasileirão terminar e considerando 44 pontos mínimos para um time não ser rebaixado, o Goiás terá que vencer as últimas três partidas, chegando ao máximo 42 pontos. Além de fazer sua parte, terá que torcer para todos seus adversários diretos percam os próximos jogos.

Entenda melhor: vencendo as três últimas rodadas o Goiás soma ao todo 42 pontos. Mas, para escapar da zona de rebaixamento irá ter que torcer para que o atual líder do Z-4, Vasco da Gama e Bahia - que possui a mesma quantidade de pontos que o Vasco -, empate ou perca todos os próximos jogos. Ao todo, o time cruzmaltino pode chegar no total de 46 pontos.

Exemplo de recuperação

Lembrado com orgulho pelos esmeraldinos, o Goiás sofreu no Brasileirão de 2003. Pior do que nos rebaixamentos de 2010 e 2015 e até no retrospecto atual, a primeira parte do campeonato não foi nada fácil para o time goiano. Goiás ficou sem vencer por seis jogos, entre as rodadas 7 e 12, com quatro derrotas seguidas, além disso, esteve na zona de rebaixamento entre as rodadas 9 e 23. 

Resultados apavorantes para um início de campeonato, mas o time esmeraldino mostrou sua força e teve uma sequência de 16 jogos sem derrotas a partir da 17ª rodada, saindo da lanterna na 24ª rodada. Nos primeiros 14 jogos, sofreu nove derrotas e somou apenas nove pontos – duas vitórias e três empates. Encerrou o primeiro turno na 24ª posição, com 21 pontos em 23 partidas. Um desempenho inferior à outras temporadas, mas que não significou um rebaixamento graças à uma histórica recuperação.

Próximos jogo

Próximo sábado (13), Goiás enfrente o Botafogo, às 17h, no Estádio Serra Dourada em Goiânia. 

Domingo (21), será contra o Red Bull Bragantino, às 20h30min, no Estádio Serra Dourada em Goiânia. Quinta-feira (25), será contra o Vasco, às 21h30, no Estádio São Januário. 

VAVEL Logo