Santos decreta luto pelo falecimento do prefeito de São Paulo, Bruno Covas
Foto: Arquivo pessoal

Na manhã deste domingo (16), o prefeito  licenciado de São Paulo, Bruno Covas faleceu aos 41 anos. Desde 2019, ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado.

Covas estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no centro da capital paulista, desde o dia 2 de maio, quando se licenciou da prefeitura. Na última sexta-feira (14), ele teve uma piora no seu quadro de saúde, e segundo o boletim médico divulgado, no mesmo dia, o quadro era irreversível e nada mais podia ser feito.

Nas últimas horas de vida, Bruno Covas recebeu sedativos e analgésicos para não sentir dores.

Advogado, economista e político, Bruno Covas nasceu na cidade de Santos em 7 de abril de 1980 e é neto do ex-governador de São Paulo, Mário Covas e era torcedor declarado do Santos FC, além de sócio e ex-conselheiro do clube.

Ele, inclusive, esteve com o filho na torcida pelo Peixe na final da Copa Libertadores de 2020, no Maracanã.

O Santos Lamentou a morte do prefeito de São Paulo e decretou luto oficial de sete dias. 

 

“Perdemos um batalhador, um homem que lutava pela comunidade. Nos deixa muito cedo. Um santista que nos encheu de orgulho, assim como o seu avô Mário Covas. Nos solidarizamos com a dor da família e expressamos nossos mais profundos votos de pesar”, afirma Andres Rueda, presidente do Santos

VAVEL Logo